Home > Gestão

Empresas gastam mais com inovação tecnológica, aponta IBGE

Parcela do faturamento gasto com inovação passou de 2,5% para 2,8% e o total de empresas que investem nessas melhorias aumentou 8,4% em dois anos

Por Computerworld

31/07/2007 às 12h02

Foto:

O número de companhias brasileiras que investe em inovação tecnológica cresceu entre 2003 e 2005, assim como aumentou a parcela da receita dessas companhias gasta em tecnologia.
Os dados fazem parte da Pesquisa de Inovação Tecnológica (Pintec) divulgada hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo a pesquisa, o número de empresas inovadoras cresceu 8,4% entre 2003 e 2005, último período apurado. O total de companhias que fez inovação em processo ou produto passou a 30.377 companhias.
Outras 2.418 companhias de serviços de alta intensidade tecnológica pela primeira vez foram investigados pela Pintec. Entre essas, o estudo detectou que 45,9% das 393 empresas de telecomunicações e 57,6% das 3,8 mil de informática realizaram inovações em 2005.
De acordo com os dados divulgados pelo IBGE, das 33 atividades industriais observadas nos períodos 2001-2003 e 2003-2005, nada menos do que 21 obtiveram aumento nas taxas de inovação. Mas isso não impediu que a taxas de inovação da indústria nos dois triênios, de 33,3% e 33,4%, respectivamente, ficasse praticamente no mesmo patamar.
No conjunto das atividades que se retraíram, a maioria foi constituída pelas que concentram forte presença de empresas de menor porte (10 a 49 empregados).  Este é o segmento que mais influi na média nacional, por representar 79,4% do universo pesquisado. Os motivos alegados para não investir foram os custos elevados e as condições de mercado.
As empresas industriais de médio porte (100 a 499 empregados) tiveram os aumentos mais significativos nas taxas de inovação entre os dois triênios, como mostra o estudo.
As taxas continuaram crescentes, segundo o tamanho das empresas, variando, no caso da taxa de inovação geral, de 28,9% para as de 10 a 49 empregados, a 79,2% (500 pessoas ou mais). A correlação entre tamanho e taxa de inovação, tão elevada nas empresas industriais, mostrou-se ligeiramente inferior nas de telecomunicações e informática.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail