Home > Tendências

O futuro do instant messenger nas corporações

Estudo do Gartner aponta que este será o principal meio de comunicação corporativo até 2013

28/06/2007 às 13h10

Foto:

O mercado mundial de ferramentas de Instant Messanging (IM) atingirá 688 milhões de dólares em 2010, bem acima dos 267 milhões de dólares registrados em 2005, de acordo com uma prévia de pesquisa do Gartner.
A companhia projeta que o IM vai dominar os mecanismos de voz, vídeo e chat de conversação entre os funcionários corporativos até 2011 e que 95% dos empregados que atuam em empresas globais tornarão o uso da ferramenta a principal para comunicações em tempo real até 2013.
Embora o IM triunfe sobre o e-mail para comunicações em tempo real, o correio eletrônico ainda é superior para arquivamentos. O resultado disso é que o IM vai funcionar em paralelo com o e-mail ao invés de substituí-lo.
 A consultoria diz ainda que os sistemas de mensagens instantâneas se tornaram uma parte da infra-estrutura de colaboração corporativa e que estão transformando as formas tradicionais de comunicação de chamadas telefônicas e e-mails para reuniões pré-agendadas e video-conferências. As empresas estão começando a investir em IM e a associar tecnologias. A expectativa é do nível de penetração no ambiente corporativo vai aumentar cerca de 25% para aproximadamente 100% até o final da década.
Como conseqüência disso, o Gartner avalia que em 2012, a tecnologia será oferecida de forma independente em produtos de IM e de e-mail. O alerta é para que os fabricantes e empresas reconheçam isto e desenvolvam uma arquitetura de tempo real.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail