Home > Tendências

Gartner: ‘Empresas, evitem o iPhone’

Falta ao equipamento de telefone e tocador de música características de negócios necessárias aos usuários, afirma analista do Gartner

22/06/2007 às 15h50

Foto:

A consultoria de análise Gartner sugere em um relatório – que deve ser divulgado no aos executivos de TI que se mantenham afastados das redes do iPhone. “Nós estamos dizendo aos executivos de TI não aderir à tendência porque a Apple não tem intenções de suporte (uso do iPhone) no ambiente corporativo”, garante Ken Dulaney. “Isto é basicamente um celular com iPod com algumas outras cpacidades e é importante que isso seja considerado”, alerta.
O plano de lançar o iPhone nos EUA em 29 de junho, parece ser uma boa ferramenta de consumo mas não tem qualidade de compensação a partir de uma perspectiva de uso em negócios, segundo Dulaney.
Além da falta de funcionalidades de segurança como um firewall, o produto não suporta o Microsoft Exchange nem o Lótus Notes, então os usuários corporativos não terão como encaminhar e-mails para um provedor de serviços de internet. A pesquisa do Gartner alerta contra o uso por empresas – que mais deve se assemelhar a problemas para os profissionais.
A área de negócios tem pouco ou quase nenhum interesse no iPhone e a Apple não está dando foco a esse setor, segundo Randy Giusto, que lidera a divisão de análise de equipamentos móveis do IDC. “O iPhone não está nem posicionado para o mundo da IT, é um dispositivo pessoal, que provavelmente não vai suportar redes”, diz.
Dulaney argumenta ainda que as empresas não comprarão um equipamento desses para que os funcionários comprem músicas e assistam a filmes. Apesar disso, a Apple não deve fazer uma abordagem especial para este público.
Um grupo de 451 analista concorda que o iPhone não cabe no mundo dos negócios e que terá inclusive dificuldades para sobreviver como um produto de consumo.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail