Home > Tendências

Siderúrgica investe em RFID

A ThyssenKrupp, maior do mundo no setor, adotou uma solução de etiquetas e sensores inteligentes para fazer o transporte das chapas de aço do Brasil à Alemanha

21/06/2007 às 13h26

Foto:

Maior siderúrgica do mundo, a ThyssenKrupp Steel escolheu a tecnologia RFID, de identificação por rádio freqüência, para controlar o estoque e a movimentação de suas chapas de aço. A solução foi adquirida com a Sybase iAnywhere e será usada em sua nova usina, na baía de Sepetiba, no Rio, e também no porto de Duisburg, na Alemanha.
Com ajuda da consultoria Accenture, a siderúrgica realizou três testes piloto, com o deslocamento daqui ao país europeu sendo monitorado com 100% de automação. "O uso das etiquetas RFID nos permite ler os dados em longas distâncias e transferir todas as informações para nossos sistemas de processamento, sem qualquer contato físico com o produto", explica o gerente de projetos da ThyssenKrupp, Gerhard Thiel. Com isso, acredita, a empresa diminuirá consideravelmente os custos e o tempo de entrega.
Programada para entrar em funcionamento em 2009, a usina de Sepetiba terá uma produção anual de cinco milhões de toneladas métricas de aço e uma logística capaz de transportar 250 mil chapas no mesmo período – sendo que cem mil delas serão processadas na Alemanha.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail