Home > Carreira

9 competências essenciais dos executivos de sucesso

Algumas características que tornam mais fácil para líderes de TI e seus subordinados diretos alcançar a excelência

Michael Swenson*

13/06/2007 às 19h24

lider4_int.jpg
Foto:

 Ao longo dos 30 anos em que trabalha com recrutamento de executivos, a Egon Zehnder International determinou que algumas competências são indispensáveis para que executivos do C-level tenham sucesso. O CIO Executive Council adaptou essas competências para ajudar os CIOs e seus subordinados diretos a atingirem seu potencial máximo como líderes corporativos estratégicos.

1. Orientação estratégica
Trata-se da habilidade de pensar no longo prazo e além da sua própria área. Envolve três dimensões-chave: conhecimento do negócio, análise crítica e integração da informação. E a habilidade de desenvolver um plano orientado à ação. 

Básico - sabe os objetivos para a sua própria área.
Moderado – tem um vasto entendimento do contexto estratégico da corporação e a habilidade para alinhar-se e contribuir com ele. 
Avançado - gera um plano estratégico que integra diversas questões de negócios, funções e recursos para uma ação efetiva. 

2. Impacto para o cliente
Como servir e construir relacionamentos de valor com clientes, sejam internos ou externos.

Básico – quer ajudar de forma reativa e procurar informações para entender melhor os clientes.
Moderado – entende as necessidades dos clientes e usa esse conhecimento para antecipar demandas futuras.
Avançado – cria a proposta de valor aos clientes de forma proativa e vai além da relação transacional.
Muito avançado – tem um relacionamento forte com um ou mais clientes externos, com a habilidade de desenhar uma relação longa e mutuamente benéfica entre a sua organização e a do cliente.

3. Conhecimento do mercado
A questão de entender o mercado em que trabalha. O contexto de negócio pode incluir competidores, fornecedores, clientes e o ambiente regulatório.

Básico – sabe o básico sobre o mercado e o contexto de negócios.
Moderado – conhece o mercado bem o suficiente para enxergar tendências.
Avançado – antecipa mudanças, capitaliza sobre elas e, quem sabe, até provoque-as.

4. Orientação comercial
Habilidade para identificar e ir em direção às oportunidades de negócios, de olho em chances de aumentar os lucros e a receita.

Básico – sabe como fazer dinheiro e valoriza isto.
Moderado – prioriza e aposta em oportunidades disponíveis em sua própria área.
Avançado – inventa novas maneiras de aumentar o faturamento.

5. Orientação a resultados
Saber estar focado na melhoria do resultados do negócio.

Básico – quer fazer as coisas bem ou melhor.
Moderado – alcança e bate as metas.
Avançado – traz melhorias e permite que metas mais ousadas sejam estipuladas.
Muito avançado – transforma o negócio em busca de resultados significativamente maiores.

6. Liderança transformadora
Transformar e alinhar a organização por meio das pessoas para, assim, conseguir caminhar em direções novas e desafiadoras. Energizar toda a companhia para que ela queira mudar na mesma direção.

Baixo – aceita mudanças pequenas.
Moderado – proativamente desafia o status quo e aponta o que precisa ser mudado.
Avançado – mobiliza indivíduos ou grupos rumo à mudança.
Muito avançado – impulsiona mudanças massivas em toda a organização.

7. Colaboração e influência
Refere-se à capacidade de efetivamente trabalhar em equipe e influenciar aqueles que estão fora de sua área funcional para, assim, conseguir impactar positivamente os negócios.

Básico – ajuda quando é solicitado.
Moderado – é um jogador em equipe nato e efetivamente influencia as pessoas para conseguir que algo seja realizado.
Avançado – cria parcerias e ambientes colaborativos com diversas áreas.
Muito avançado – cria parcerias inovadoras que ultrapassa as fronteiras da comapanhia.

8. Desenvolvimento de pessoas e organizacional
Saber desenvolver habilidades de longo prazo, tanto de outros profissionais quanto da organização como um todo e ter satisfação em transformar a vida ou a carreira de outros.

Baixo– identifica áreas para o desenvolvimento individual em sua própria equipe.
Moderado – oferece feedback individual e orientação para desenvolvimento profissional.
Avançado – sistematicamente influencia o desenvolvimento de talentos em toda a empresa.

9. Liderança
Saber focar, alinhar e construir grupos eficientes tanto em sua própria equipe quanto nas demais.
Baixo – usa um estilo de liderança “commando e controle”, que estipula metas mas não as razões para atingi-las.
Moderado – ativamente se envolve com o time para gerenciar e impulsionar o desempenho.
Avançado – dá poder à equipe e sabe delegar autoridade com objetivo de permitir que todos trabalhem de forma efetiva mesmo sem um controle direto.
Mais avançado – desenvolve uma equipe de alto-desempenho que entrega resultados em organizações ou situações complexas.

*Michael Swenson é diretor de pesquisas do CIO Executive Council.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail