Home > Gestão

Para ser um e-empreendedor

Como aproveitar a web para fazer bons negócios

Cláudia Zucare Boscoli

04/06/2007 às 19h44

Foto:

"As faculdades prometem aumentar a empregabilidade. Eu quero aumentar a 'empresariabilidade'". É com o neologismo que o professor José Augusto Corrêa, do Centro de Empreendedorismo e Novos Negócios (CENN) da Faculdade Getúlio Vargas, define sua missão. Fundamental para formar a cabeça de futuros empresários de sucesso, afirma, é expô-los às novas tecnologias e às tendências de consumo. "A pergunta que um empresário de hoje tem de fazer é: eu vou ter um negócio focado em bits ou em átomos? Porque, a Enciclopédia Britânica era um excelente negócio baseado em átomos que perdeu o bonde da história, não entrou para o mundo dos bits e foi vendida por um preço irrisório", exemplifica.
 Para Corrêa, enxergar o timing da mudança de comportamento do consumidor é tão importante quanto ter um plano de negócios. "Uma idéia brilhante não basta. Você tem de saber qual a receita, qual a despesa, fazer pesquisa de mercado. Tudo isto é certo. Mas só vai se diferenciar quem olhar para um celular de R$ 199 e enxergar um smartphone dez vezes mais caro. O material é exatamente o mesmo. Mas quem vai além?", questiona, chamando a atenção, inclusive, para o aumento do m-commerce, o mercado móvel, com vendas a qualquer hora, em qualquer lugar.
 Também professor da FGV e consultor do TecGov, Paulo Roberto Bergamasco complementa o raciocínio, desdobrando as inúmeras possibilidades de negócios que a web proporciona. Ele ensina que é preciso avaliar os modelos existentes – operação puramente física (venda de produto/serviço) com divulgação na internet, operação puramente on-line e a casada – e sair em busca "das peças Lego que melhor se encaixem". "O leilão reverso, por exemplo, no qual quem faz o lance é o fornecedor e não o comprador, era inimaginável. Agora, você tem softwares para isso. Tem uma empresa por trás do software, tem um grande provedor que dá suporte ao negócio, tem toda uma cadeia envolvida", exemplifica.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail