Home > Tendências

Nove tecnologias pessoais que o CIO não pode ignorar

Uma pequena lista de tecnologias que, apesar de serem destinadas ao uso pessoal, devem ser observadas pelos CIOs graças ao seu potencial de afetar o dia-a-dia dos departamentos de TI

Christopher Lindquist

27/04/2007 às 12h54

Foto:

Goste você ou não, a tecnologia agora é pop. Ferramentas e dispositivos de consumo estão intrínsecamente ligados à infra-estrutura corporativa, normalmente sem você saber ou permitir. Algumas vezes, a conexão é fisica, como no caso dos iPods que são usados como pen drives para documentos de trabalho. Outras vezes, a ligação é emocional – “Por que o sistema de e-mail corporativo não pode ser tão simples de usar quanto o Gmail?" Em qualquer um dos casos, você sente o impacto dessa aproximação na forma de problemas de segurança, questões de suporte e frustração do usuário. E a situação só vai piorar, já que os usuários cada vez mais estão interessados em tecnologia de uso pessoal e em como sistemas e dispositivos devem funcionar.
Sendo assim, achamos que seria interessante montar uma pequena lista de tecnologias que devem ser observadas pelos CIOs graças ao seu potencial de afetar o dia-a-dia dos departamentos de TI.

Apple iPhone 

 
O anúncio da Apple sobre seu iPhone causou um burburinho no mundo da telefonia móvel. Barulho que só ficou maior com o anúncio seguinte: um acordo exclusivo com a operadora norte-americana Cingular – e o fato de que a telco iria exigir um contrato de dois anos dos clientes que quiserem um aparelhinho. (Poucas companhias desafiariam seus clientes desta forma. A Apple é uma delas)

Por que se preocupar: Se a Apple fizer com o mercado de telefones móveis o que ela fez com o de MP3 players, seus executivos começarão a querer o iPhone – ainda que ele não seja desenhado para aplicações corporativas. Mas desde quando este mero detalhe impediu seus usuários de tentarem te fazer suportar seus brinquedos tecnológicos preferidos?

Mac OS X Leopard

 
MAC OS X Leopard pode ter sido adiado para que a Apple pudesse colocar o iPhone em ordem, mas a comunidade Mac nutre muita esperança de que o novo programa da Apple irá ajudar a companhia a ganhar espaço no mundo corporativo. A versão para servidores do Leopard será certificada para Unix, o que permitirá que aplicaçoes desenvolvidas para Unix rodarão sem modificações. E a Apple afirma que irá incluir o MySQL 5 64 bits e o Apache 2, além de outras aplicações corporativas.

Por que se preocupar:  Você trocará suas máquinas Sun por Macs em breve? Provavelmente não, mas isto não significa que os fanáticos por Mac da sua organização não insistirão em te pedir isto.

Nintendo's Wii

 
Um console de video game com uma interface tão intuitive que até os pais podem continuar competindo com seus filhos? Quem imaginou que isto seria possível? O sensor de movimento do Wii e o preço acessível fizeram dele “o” console do momento, apesar dos atrasos na produção e do fato dos jogos em si não serem tão interessantes quanto os do PS3 (que também são muito mais caros e menos intuitivos). Está provado que o conteúdo pode superar o estilo, e este design tão bem-pensado pode conquistar as pessoas mesmo que outras peças da tecnologia não sejam tão interessantes assim.

Por que se preocupar: Interface de usuário tão simples que as pessoas até mesmo gostam de usar? Esta é uma lição que todos nós devemos aprender de vez em quando.

++++

OLED Screens

 
Esperamos há anos por uma superfina, ultra-brilhante, potente e com baixo consumo de energia que emite diodos (OLED) e está em tudo, das calçadas às camisas. Bem, ainda estamos longe de assistir desenho animado na parte de trás das caixas de cereais enquanto tomamos café da manhã, mas a tela OLED parece estar a caminho. A Sony anunciou seus planos de lançar, ainda este ano, uma TV OLED, e a Universal Display Corporation (um dos parceiros da Sony) já fala em OLEDs dobráveis para serem carregadas no bolso.

Por que se importar: O potencial de TI dessas telas é grande, caso elas tornem-se financeiramente acessíveis. Todo CEO vai querer uma tela dessas assim que vir seus concorrentes adquirindo.

GPS

 
Defensores da privacidade gritaram por anos em prol da velha chance de viver relativamente no anonimato. Mas, como sempre, a conveniência venceu a privacidade. Os dispositivos GPS não são exceção à regra da conveniencia melhor que a privacidade, já que praticamente todos os novos aparelhos celulares têm GPS embutido e as vendas dos dispositivos pessoais de GPS estão cada vez maiores.

Por que se preocupar: GPS para rastreamento de cargas e de força de vendas em campo não é algo novo, mas se todos os empregados de sua companhia esperam ser rastreados, você não deve a eles e à sua empresa ferramentas de TI que possam tirar proveito disso?

Verde, verde, verde, verde

 
Se o número de reportagens sobre TI verde é um bom indicador, os líderes ainda devem começar a trabalhar em estratégias para tornar suas empresas mais ecologicamente corretas. Sim, os vendedores gostam da idéia porque dá uma chance ao mercado de explorar novas tecnologias por trás do discurso do “compre agora para economizar no futuro”. O departamento de marketing gosta muito da onda verde porque passa a idéia de que os funcionários e, por conseqüência, a empresa são progressivos. Mas e para TI? É interessante também porque é a oportunidade de trocar o servidor por um que gaste menos energia, claro. Mas trocar todas as máquinas – inclusive aquelas que são estáveis e não causam nenhum problema? Você é louco?

Por que se importar: Simplesmente porque você é cauteloso não deve ignorar a tendência. Tecnologia verde tornou-se a grande novidade do momento. Seus funcionários estão sendo bombardeados pelo “verde” todo dia – e eles passarão a te cobrar um posicionamento quanto a isto, se é que já não falam dez vezes ao dia no assunto. O “verde” veio para ficar (nós esperamos, ao menos, pelo bem da Terra). E você deveria começar a fazer planos sobre isto.

Vídeo por toda a parte
Caso você não tenha notado, todo mundo é um produtor de tevê hoje em dia. Apesar de todo o esforço das grandes produtoras e canais a cabo para esconder o fato, ele existe e veio para ficar. Câmeras, armazenamento e banda tornaram-se muito baratos (especialmente se você usa a banda e o armazenamento do trabalho!). Todos querem seus 15 minutos de fama. E os fornecedores lançam anúncios que reafirmam sempre isso. Mídias on-line demandam cada vez mais a colaboração do usuário-colaborador. E sempre há algum animal de estimação pronto para fazer um truque novo que vai ser gravado e disparado via internet para metade da população mundial em questão de minutos.

Por que se importar: Esses vídeos não estão apenas sugando mais banda a cada dia, estão também chamando a atenção de seus departamentos de marketing, de treinamento e – dependendo da indústria em que sua empresa está inserida – até mesmo do seu CEO. Se ainda não te pediram para dar suporte a vídeos on-line, irão. Com certeza, irão.

Aplicativos baseados em Web 

 
Aplicações baseadas em web para consumidores não são novidade, mas até um tempo atrás, eram complicadas demais para competirem com softwares instalados no desktop. Porém, para  a maior parte das pessoas, o Microsoft Office estagnou há alguns anos, enquanto as aplicações on-line continuam a se desenvolver. Não apenas as planilhas e processadores de texto on-line estão melhores do que nunca, mas os consumidores estão muito mais confortáveis com a idéia de usar um software que existe em um navegador. (Graças ao Google e ao Yahoo) E os aplicativos web normalmente vêm cheios de ferramentas – como compartilhamento de arquivos, armazenamento remoto e compatibilidade com o Office –que os tornam ainda mais atraentes. E, pelo menos por enquanto, tudo isso é gratuito. Enquanto o Office 2007 custa a partir de US$ 200, grátis parece muito bom para muita gente.

Porque se importar: "Oh, Zé, vamos colaborar naquela planilha” “Claro, João, vou falar com TI sobre como podemos torna-la compartilhavel e para que possamos acessa-la de casa” “Não, esqueça TI. Irá demorar semanas. Eu acabei de encontrar um site incrível chamado ThinkFree.com. Podemos compartilhar planilhas em minutos”. Compreendeu?

Ubuntu Linux
O Ubuntu Linux só existe há cerca de três anos, mas já é o queridinho dos que querem disseminar a religião Linux. Por que? Porque o Ubuntu vive da filosofia do Linux que funciona. Instalação simples, interface atraente, todas as ferramentas que um usuário típico precisa: é Linux sem a nerdice. Com o lançamento do Ubuntu 7.04 ele está ainda mais simples, com ferramentas amigáveis como suporte para migração de Windows para Linux, entre outros.

Por que se preocupar: Ninguém está dizendo que o Ubuntu irá desbancar o Red Hat de sua posição de líder nos próximos tempos. As empresas ainda adoram o conforto de estar com o grande nome do Linux. Mas, pelo menos por enquanto, o Ubuntu aponta a direção que o Linux deve tomar se ele quiser tornar-se um sistema operacional de massa. Vale o download só para ver do que o Linux é capaz.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail