Home > Gestão

Hering integra 200 lojas

Empresa de 126 anos padroniza os aplicativos de frente e retaguarda de loja em pontos-de-venda próprios e franqueados

Peter Moon

26/03/2007 às 22h37

Foto:

Padronizar informações ao desenvolver uma nova cultura, flexibilizando a adoção de novas regras em vários níveis da cadeia de negócios, e melhorar
em até 40% a eficiência da distribuição de produtos nas lojas. Estes foram os principais ganhos da Cia. Hering ao adotar os softwares ERP, LINXPOS e LINX POS Manager da Linx Sistemas.
A Cia. Hering, a maior empresa de produtos de vestuário do Brasil, opera as lojas HeringStore e PUC, somando mais de 200 pontosde - venda entre próprios e franqueados.Esta rede possuía vários aplicativos de frente de loja e retaguarda e sistemas corporativos não integrados, obtendo informações segmentadas e pouco confiáveis para apoio à tomada de decisões. “Com tamanha rede, a necessidade de visualizar as operações de forma integrada com os sistemas corporativos e a cadeia produtiva tornou-se crítica para a eficiência e rentabilidade do negócio”, avalia Marcelo Camêlo, CIO da Cia. Hering e responsável pela modernização da área de TI, Telecom e Automação da rede HeringStore e demais unidades da empresa.
Com o objetivo de corrigir as ineficiências no planejamento e atendimento nas lojas, a companhia decidiu em 2005 implantar um projeto piloto em oito lojas em São Paulo e Santa Catarina. A solução de frente de loja adotada foi a LINXPOS, responsável por toda a operação de venda e gerenciamento de caixa do terminal. Para operar a retaguarda foi eleita a LINXPOS Manager, que cuida da manutenção e gerenciamento da loja.
“Nos primeiros doze meses já identificamos um aumento de 40% na eficiência da distribuição de produtos nas lojas do projeto piloto”, revela Camêlo. Os processos de planejamento, vendas e logística estão mais integrados e eficientes com a padronização das informações. “A expectativa é alcançar estes benefícios em toda a rede ao final do projeto em função da integração de dados e maior agilidade nas informações.” Um benefício adicional foi que neste projeto a companhia colocou em prática a “integração de TI com a linha de negócios”, trabalhando lado a lado com os clientes internos. Como resultado, as responsabilidades perante o negócio aumentaram e a TI tornou-se co-responsável pelos resultados da operação. “Conseguimos automatizar a visão do desempenho dos pontos-de-venda, além de flexibilizar as operações com a adoção de novas regras que simplificaram o fluxo de informações e agilizaram processos de controle e decisão”, afirma o CIO.
O novo sistema permitiu também que o número de chamados de assistência técnica, realizada pela própria equipe de TI da Cia. Hering, se reduzisse em 67%. Nas lojas já integradas foram instalados novos terminais, com o treinamento de funcionários e equipe técnica. Atualmente 34 lojas – cerca de 20% da rede – já operam dentro deste modelo e, até 2008, 100% da rede estará integrada.
A Cia. Hering baseou sua decisão pelas soluções da Linx Sistemas apoiada na grande experiência da fornecedora no mercado de redes de varejo. “Vimos que empresas como Ellus, Fórum e Vila Romana já utilizavam com sucesso a solução, por isso decidimos testar os sistemas da Linx”, líder de mercado em soluções corporativas para gestão de empresas dos ramos têxtil e de vestuário. Segundo Camêlo, “hoje o consumidor exige serviços com níveis elevados e descobrimos que mesmo com 126 anos de tradição precisávamos melhorar o know-how para enfrentar a competitividade do mercado”.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail