Home > Tendências

CIOs usam Web 2.0 para ganhar competitividade

Estudo aponta que 89% dos CIOs entrevistados já utilizam blogs, wikis, podcasts, RSS, redes sociais ou tag de conteúdo

22/03/2007 às 20h41

Foto:

A Web 2.0 é mais do que somente uma mania passageira entre os consumidores. Na verdade, se as companhias não adotarem ferramentas colaborativas, não terão uma forma de enfrentar as pressões competitivas, de acordo com uma recente pesquisa conduzida pela Forrester Research com 119 CIOs.
O estudo aponta que 89% da amostra, ou 106 dos 119 CIOs de companhias com mais de 500 funcionários, já utiliza ao menos uma dessas tecnologias de Web 2.0: blogs, wikis, podcasts, RSS, redes sociais e tag de conteúdo. Os CIOs dizem que a adoção está sendo motivada por ganhos na eficiência do trabalho para combater as pressões competitivas.
Oliver Young, analista da Forrester e autor do estudo, conta que uma pesquisa realizada na internet no último ano prova que as ferramentas de Web 2.0 não são apenas uma moda de consumo. “As corporações estão realmente usando isso para ingressar no mercado corporativo”, diz. “Para aquelas pessoas que adotaram a tecnologia, o fator motivante na adoção foi a ajuda em alguns processos de negócios já relutantes.”
Entretanto, o executivo acrescenta que ficou surpreso com o número de CIOs que afirmam que o risco de perder mercado ou competitividade motivaram o uso. “Existem muitos temores e incertezas que envolvem esta adoção. Eu não acredito que nós temos visto algo como este desde a última bolha de tecnologia”, diz.
Entre os CIOs que representam as grandes companhias – aquelas com 5 mil ou mais funcionários – a pressão causada pela competição foi citada por 74% como um fator de adoção Web 2.0, comparado com 46% das companhias com menos de 5 mil funcionários.
Os CIOs estiveram mais propensos a considerar redes sociais e blogs como desnecessários, ao passo que disseram que RSS, wikis e tags tiveram benefícios relativos de uso. O estudo também revela que muitas empresas estão usando o conceito de Web 2.0 como um experimento útil, “mas, não deverão desviar o foco de iniciativas fundamentais como migração para SOA, consolidação de infra-estrutura e planejamento de recuperação de perdas” para investir em Web 2.0
Além disso, o Forrester informa que 61% dos CIOs têm um forte desejo por comprar ferramentas Web 2.0 como uma suíte e de um grande fornecedor.
Entretanto, a maioria das companhias observou também que a integração – entre as aplicações individuais de Web 2.0 com o restante da infra-estrutura – é uma questão importante, diz o estudo.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail