Home > Carreira

Como dizer ao chefe que está sobrecarregado

Conversar com seu superior sobre a carga de trabalho é a chave para reduzir o ritmo

Stewart Deck

05/02/2007 às 18h35

Foto:

Dias com doze horas de trabalho e que incluem listas quilométricas de coisas a fazer e reunião atrás de reunião. Telefone celular e blackberry sempre ligados, laptop para trabalhar mais uma horinha depois de chegar em casa. Em uma época em que as empresas estão muito focadas em crescimento, a carga de trabalho dos funcionários está mais pesada que nunca. O que você pode fazer para agüentar esse ritmo? Levante e diga algo antes de explodir.
Para ajudá-lo a tratar de forma efetiva de sua insana carga de trabalho, leia a seguir algumas dicas e conselhos de executive coaches e de especialistas em liderança sobre como conversar sobre o assunto com o seu superior.
Em primeiro lugar, não reclame se você for a raiz do problema. Em outras palavras, se a procrastinação ou outros maus hábitos profissionais são a razão para os projetos se acumularem em sua mesa, não espere que seu chefe aceite suas reclamações. Você tem de "ganhar o direito" de dizer a ele que não está conseguindo atingir a performance esperada. Curtis Crawford, presidente e CEO da XCEO, consultoria de desenvolvimento de lideranças, destaca que normalmente os funcionários com trabalho excessivo são aqueles que são muito bons no que fazem e que, de uma forma ou de outra, concluem suas tarefas. Consequentemente, seus superiores lhes dão ainda mais responsabilidades.
Mas mesmo se a sua performance for respeitável, você não deve trazer o assunto "excesso de trabalho" à tona de uma hora para outra. A conversa tem de ser parte de uma série de papos com seu chefe a respeito de suas prioridades, objetivos, desempenho e carga de trabalho. Use essas conversas para mantê-lo informado dos projetos que estão sendo tocados por você e das demandas que você tem recebido. Conversar constantemente é uma ferramenta valiosa para combater excesso de trabalho: se seu chefe sabe o que você tem para fazer, ficará menos inclinado em te dar ainda mais.
Conversas francas e firmes com seu superior permitirão que você dê o próximo passo: recusar quando tentarem te empurrar mais trabalho.
"Jamais diga sim imediatamente quando te pedirem para fazer algo além", ensina Kay Cannon, presidente da federação internacional de erxecutive coach. Ao mesmo tempo, você não pode simplesmente dizer não a qualquer novo projeto. "Mostrar os problemas faz você ser visto como vitima, quando você quer ser visto como um líder."
Em vez de reclamar, Cannon sugere que os profissionais negociem suas responsabilidades com os seus chefes e expliquem como cada nova solicitação muda as prioridades combinadas anteriormente.
Uma recomendação dos especialistas é já chegar à mesa do chefe com alternativas de como gerenciar melhor seu trabalho. Por exemplo, diga que determinado projeto pode ser feito em 12 dias por R$ X ou em um mês, por R$ Y. E aponte qual é a sua recomendação.
Seu departamento de recursos humanos também pode ser um aliado nesta batalha por uma carga de trabalho mais leve. O RH pode fornecer informações que demonstrem os perigos do excesso de trabalho, como as estatísticas de mudança de emprego ou número de dias que você pode ficar fora se adoecer. Não tenha medo de citar esses números quando explicar ao seu chefe como o estresse pode atrapalhar seu desempenho.
Conversar com seu superior pode não mudar a sua situação imediatamente e até que algo ocorra você pode tomar algumas medidas por si só. Primeiro, delegue tudo o que puder. Esta atitude, alem de reduzir suas obrigações, cria confiança e ajuda a construir uma equipe melhor.
Em segundo lugar, crie fronteiras firmes em relação às suas horas de trabalho e sua disponibilidade no e-mail e no celular. Estas barreiras irão te proteger de deixar o trabalho interferir em outras áreas de sua vida e, com isso, impedir o surgimento de ainda mais estresse.
Gerenciar sua carga de trabalho não é um processo curto. Comece as conversas com seu chefe hoje e não diga que está tudo bem se não estiver. Antes de entrar em crise, tente melhorar as coisas sozinho e com a ajuda de seu superior. Quando chegar a hora de discordar, discorde. E se o seu chefe disse algo na linha “se você não consegue, vou encontrar alguém que consiga”, se segure. Crawford, da XCEO, aconselha a, nesses momentos, dizer “Se você quer que eu seja o melhor que posso e faça um ótimo trabalho, então você tem de me ajudar”.
“Tipicamente, o chefe irá engolir seco e dizer ‘você está certo. Vamos ver o que podemos fazer’”, garante Crawford.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail