Home > Tendências

Sempre alerta

Preocupada com a imagem da instituição, a FAAP renova parque de nobreaks e ganha flexibilidade e simplicidade de gerenciamento

Thais Aline Cerioni

24/10/2006 às 13h40

Foto:

Uma mudança de postura. Para Paulo Klein, CIO da Faculdade Armando Álvares Penteado (FAAP), este foi o principal resultado trazido pela substituição do parque de no-breaks da universidade. “Estamos mais tranqüilos. Não ficamos todo o tempo preocupados com possíveis quedas de energia”, detalha o executivo.
Atualmente, a FAAP conta com sete nobreaks InfraStruXure, da APC, os quais são responsáveis por garantir que todos os servidores de todas as unidades da escola permaneçam funcionando, não importa o que aconteça. “Pretendemos ampliar o parque, já que a intenção é utilizar os nobreaks também para os equipamentos de informática dos prédios”, adianta.
Tecnicamente, os benefícios apontados pela faculdade vão da redução do espaço físico necessário ao aumento da simplicidade e dos recursos de gerenciamento. Como a gestão é baseada em Web – diferente da maior parte dos dispositivos do tipo, que são controlados por um painel no próprio equipamento –, o trabalho torna-se muito mais simples. “Além disso, o gerenciamento remoto permitiu, por exemplo, a gestão a distância dos ambientes de TI localizados nas unidades da FAAP em Ribeirão Preto e São José dos Campos”, destaca Klein. “Quando qualquer coisa acontece nessas localidades, somos avisados por uma mensagem no celular.” Segundo ele, este foi um dos diferenciais que levou à escolha dos nobreaks APX.
O executivo conta ainda que o envio de e-mails ou SMSs para comunicar mudanças suspeitas no ambiente de TI pode ser programado pelo próprio usuário, de acordo com suas necessidades e características de negócios. Na FAAP, a funcionalidade vem sendo bastante utilizada. “O único problema que tivemos em relação a isso tem a ver com o ar condicionado e não com o nobreak. Como ele avisa caso haja mudanças na temperatura, temos recebido muitos e-mails de aviso”, conta Klein. “Mas está servindo como arma para cobrarmos mais eficiência do pessoal do ar condicionado.”
A principal vantagem do uso do equipamento, de qualquer forma, é a garantia de continuidade das operações. “Nossa preocupação não era o retorno do investimento, mas o retorno de imagem. Por exemplo, eu tenho 300 alunos querendo fazer matricula pela internet, quanto custa se eu não conseguir atendê-los? É intangível medir o quanto custaria isso para a imagem”, conclui o CIO.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail