Home > Gestão

Tome a decisão certa

Carreiras são moldadas por nossas decisões. O mais importante é saber distinguir entre as melhores e as piores escolhas. Especialista em aconselhamento profissional ensina a gerenciar escolhas da maneira mais bem-sucedida possível

Por Joseph Badaracco e David Rosenbaum

29/05/2006 às 16h28

Foto:

Às vezes pode existir mais de uma resposta correta para o mesmo problema. A opção que você escolhe diz muito sobre os valores de sua companhia e de sua liderança. Tomar essas decisões é uma das tarefas mais difíces de um gerente. Mas Joseph Badaracco, professor de ética nos negócios da Harvard Business School, diz que existem métodos simples para ajudá-lo a responder questões. Seguir os conselhos desse especialista pode não tornar a tomada de decisões mais fácil, mas pelo menos o ajudará a entender e explicar o porquê de suas decisões.

Acompanhe a entrevista de Badaracco à CIO durante a CIO Leadership Conference 2006, que aconteceu em Cambridge, Massachussetts.

CIO: Professor Badaracco, quais são questões que é preciso fazer a si mesmo quando se está resolvendo um problema?
Joseph Badaracco: Há quatro questões que podem ajudar as pessoas a tomar decisões mais acertadas:
1. Quais são as consequências das diferentes maneiras de lidar com um problema quando todos são afetados por ele?
2. Quais pessoas e quais grupos envolvidos na situação têm direitos que você tem de priorizar? Pessoas devem ter o direito de dizer a verdade. Acionistas têm o direito de ter bons retornos financeiros. Todos têm suas obrigações de obderecer a lei, e as pessoas têm o direito de esperar que seus chefes façam o mesmo.
3. A terceira questão é sobre as mensagens que você quer mandar sobre seus valores como líder, e sobre os valores da organização. Às vezes, em meio a um conflito, as pessoas estão realmente observando de perto, e você está mandando mensagens sobre o seu caráter e sobre o tipo de organização.
4. O que funciona de verdade? Essa é uma pergunta maquiavélica. Você precisa de algo que faça a diferença, sem esquecer dos princípios abordados acima.

CIO: Agora, o que acontece se você pensar apenas nas consequências, e não nos direitos?
Badaracco: Você estará encrencado. Como havia mencionado, existem muitos grupos diferentes, sendo que a maioria acredita ter o direito de ser tratada de forma honesta pelas pessoas para as quais estão trabalhando. Há também os donos do negócio, que têm o direito de ter retornos.

CIO: Agora, ao contrário, quando um líder pensa apenas nos direitos, e não nas conseqüências, aonde ele será levado?
Badaracco: Acho que ele ficará paralisado, e esse é o motivo pelo qual é preciso pensar de maneira combinada nos direitos e nas consequências, levando em conta valores e o caráter e o que dá certo. É uma tarefa muito difícil, que pode levar semanas.
Líderes são essenciais nas organizações – são necessários gerentes em todos os níveis, na verdade – para distinguir as coisas realmente importantes.

CIO: E se você pensar apenas no caráter?
Badaracco: Bem, tenho uma pergunta a esse respeito: quem coloca o selo de aprovação em seu caráter, seus julgamentos, seus instintos? De um lado está o que você considera certo – e as conseqüências de suas decisões para as outras pessoas e os direitos que elas têm. Os melhores líderes, quando têm tempo, pensam muito sobre com o que se importam, o que valorizam, mas têm um bom time em torno deles, e podem ter conselheiros que não façam parte de seu time.
Eles tentam ter o senso comum sobre o que é certo, mais do que assumir que seus instintos e conceitos éticos estão corretos.

CIO: E quanto a empresas que pensam apenas no que funciona?
Badaracco: Em organizações assim você se torna um técnico, alguém que tem um kit de ferramentas e trabalha em cima de problemas mas sem considerar o risco real de se estar sob muita pressão. É uma situação ambígua, em que você tenta buscar soluções a curto prazo, mas sem considerar toda a complexidade do problema.

Continua ( 2 )

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail