Home > Carreira

A conquista da serenidade – parte 2

Ao contrário das pessoas que sofrem de estresse, as pessoas que sofrem de esgotamento não são ansiosas, elas são desligadas — do trabalho e dos colegas. Você sofre esgotamento quando não tem uma motivação verdadeira

Steven Berglas

03/04/2006 às 15h21

Foto:

Os CIOs são muito vulneráveis ao estresse. Os sistemas com que eles trabalham são presas de hackers, vírus e bugs de programação e podem “pifar” por inúmeras razões, todas elas contribuindo para a falta de controle percebido. Executivos acima do CIO, com freqüência, não entendem os sistemas que o CIO controla e podem, por ignorância, tomar atitudes que causam grandes estragos. Esta falta de controle produz incontáveis sintomas físicos, mas os mais comuns são irritabilidade, falta de concentração e indisposição geral.
Christina Maslach, pesquisadora pioneira sobre esgotamento, enfatiza que o esgotamento deriva de uma desassociação entre o que as pessoas são e o que elas fazem. Para Maslach, o esgotamento tem um fundo espiritual: representa uma deterioração de valores, da dignidade, do espírito e da força de vontade (o que Maslach chama de “erosão da alma humana”) que ocorre quando nossas carreiras nos deixam cronicamente exaustos, descrentes, desinteressados pelo trabalho e incrivelmente ineficazes.
Ao contrário das pessoas que sofrem de estresse, as pessoas que sofrem de esgotamento não são ansiosas, elas são desligadas — do trabalho e dos colegas. Você sofre esgotamento quando “não tem uma motivação verdadeira” . Meus clientes esgotados, todos executivos nível C, me dizem: “Só estou nisso pelo dinheiro”. Outros sinais de esgotamento são olhar sempre o relógio, ser passivo-agressivo com autoridades superiores ou fantasiar que você deixou o cargo e está vendo a empresa sofrer com sua ausência.
O CIO é um excelente candidato à forma genérica de esgotamento não porque tenha alongado demandas emocionais, mas porque os esforços que ele despende não são inteiramente valorizados ou apreciados. Na realidade, o CIO pode se tornar alienado porque suas contribuições passaram despercebidas. Quando você tem que dizer aos seus superiores quais são estas contribuições, o enaltecimento resultante (se ele vier) perde muito do seu valor. Elogio é uma coisa engraçada – quando você pede, não tem valor. O CIO que precisa explicar o que fez, em geral, está na posição de jogar pérolas aos porcos e se perguntar: “Aqui é o meu lugar?” É  desanimador, desmoralizante e um precursor do esgotamento.
Tendo em vista que a corporação agora é totalmente dependente da tecnologia que os CIOs fornecem, estes também são vulneráveis a esgotamento porque precisam fiscalizar redes e sistemas ainda mais abrangentes e complexos. A responsabilidade por desenvolver a arquitetura de TI de uma empresa e integrar novas tecnologias é do CIO, mas muitas empresas querem que seu CIO também seja um pensador estratégico envolvido em business plans e projeções. Com muita freqüência, esta mensagem não é consistente: embora os CIOs sejam postos em equipes de liderança corporativa e orientados a manter uma posição firme lá, em caso de confusão tecnológica eles são devolvidos ao seu cargo técnico e devem desempenhar uma função de suporte.
O problema reduz-se ao fato de que um CIO, na verdade, pode exercer quatro funções: planejamento estratégico, planejamento de TI (criação de arquitetura), vigilância de TI e supervisão de operações de TI. É uma vida ambígua e carregada de ansiedade (o sintoma dominante por não trabalhar com expectativas claras). Assim, eu apostaria que a maioria dos CIOs sofre mais de esgotamento do que de estresse. Embora a carga de trabalho seja enorme (estressante), eles nunca sabem quando aqueles a quem estão tentando agradar ficarão satisfeitos (o que leva a esgotamento).

Página seguinte ( 3 )
Página anterior ( 1 )

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail