Home > Carreira

Como chegar ao board – parte 2

Conheça as outras providências para garantir uma experiência bem-sucedida como executivo top

Dora Vell

08/02/2006 às 14h36

Foto:

Aprimore suas capacidades de liderança, relacionamento e comunicação
Esse aprimoramento é essencial: os boards precisam de membros que possam oferecer feedback construtivo e trabalhar de forma colaborativa. Desenvolva uma reputação de bom ouvinte, ao mesmo tempo em que firma a posição de líder, falando em público.

Aumente sua visibilidade
Buscas por novos diretores são realizadas de forma discreta. Geralmente, os executivos convidados a fazer parte do board só tomam conhecimento de sua candidatura nos estágios finais. Esteja certo de que você está sob o alcance dos radares: participe de conferências, faça discursos em eventos, escreva artigos para publicações e mantenha relacionamento com pessoas influentes da indústria e tomadores de decisão. Coloque a si mesmo no domínio público.

Seja íntegro, sempre
Da atuação na companhia em que trabalha às iniciativas profissionais, esteja certo de sempre agir de acordo com os mais altos padrões de integridade. Isso é de extrema importância e também pode ajudá-lo a ser bem-visto pelo board. Nos novos tempos, as empresas não poderão dar chances a alguém cuja integridade é suspeita.

Comece pequeno
Poucos executivos começam nos boards da Fortune 500. Comece em startups e organizações não-governamentais e vá aparecendo aos poucos. Busque boards que precisem de alguém com vivências que você já teve ou com as quais você verdadeiramente simpatize. Seu interesse genuíno o ajudará a dar uma contribuição mais relevante.

Aproveite as oportunidades de forma cuidadosa
Quando alguém o convida para se juntar a um board, não pule de alegria na frente da pessoa. Analise criticamente a oportunidade, cheque a qualidade da empresa e de seus altos executivos. Não confie somente na informação que a empresa lhe oferece. Também tire as dúvidas com o CEO sobre o que é esperado de você.

Pense a respeito, decida e não economize esforços. Fazer parte de um board é uma experiência enriquecedora tanto nos níveis profissional e pessoal. 

* Dora Vell é executiva da Vell & Associates Inc., empresa norte-americana de recrutamento de executivos. Foi autora de sete patentes de software durante a sua permanência na IBM.

Página anterior ( 1 )

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail