Home > Carreira

Como chegar ao board

Pertencer à diretoria executiva de uma empresa não é fácil, mas é uma tarefa que promete grandes recompensas. Conheça oito pontos que o ajudam a aumentar suas chances de ser escolhido para um grupo tão seleto

Dora Vell

08/02/2006 às 14h32

Foto:

Uma poderosa porta abre quando um executivo passa a fazer parte do board da empresa. Os benefícios vão desde o networking de alto nível até o posicionamento oficial como um verdadeiro líder, estrategista e comunicador.
Os CIOs estão buscando pertencer a esse clube ultra-exclusivo a partir de movimentos como mudanças regulatórias e a própria importância de TI para o negócio. Mesmo com esses fortes argumentos, chegar lá não é fácil: a competitividade é grande e o mercado tem poucas referências de CIOs em tal posição – nos Estados Unidos, por exemplo, onde o mercado de TI é mais amplo do que no Brasil, apenas 8% dos boards incluem o CIO.
Antes de tentar ser membro de um board, determine quais são os seus reais interesses, de forma muito honesta. Fazer parte de um board é algo sério, que requer tempo, dedicação. Você está pronto para esse nível de compromisso? E, mais importante, por quanto tempo? Abandonar o barco cedo não será, obviamente, algo bem-visto.
Uma vez que você já está lá, existem oito providências que o ajudarão a causar boa impressão aos colegas e fazê-lo aproveitar da melhor forma possível essa oportunidade.

Seja um CIO “new age”
Aproveitar a tecnologia para resolver grandes questões relativas a negócios já o eleva a uma condição de CIO “de antigamente” para a de um profissional para a frente, da nova era. Os boards querem tecnólogos estrategistas, focados em grandes soluções – aquelas que consideram custos, riscos e a missão da companhia, não apenas a tecnologia mais bacana. Proponha iniciativas que claramente levem às metas da corporação.

Mostre resultados comprovados
Resultado bom é aquele que não apenas beneficia a corporação como melhora significativamente sua situação. Uma iniciativa-chave pode transformar a maneira como os outros vêem você. Um CIO candidato ao board entrevistado por mim transformou sua organização de TI de um centro de custos de briga e conflitos em uma arma estratégica, expandindo a base de clientes.

Desenvolva profundas habilidades de negócios
Como diretor, sua única função não é delimitar a linha entre negócios e TI. Mais do que isso, é preciso revisar pro-ativamente e prover inputs a uma ampla variedade de tópicos, da estratégia financeira à de marketing. Sua meta é ser um forte generalista assim como um excepcional especialista.

Página seguinte ( 2 )

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail