Home > Tendências

Arquitetura de impacto – parte 2

O sistema solar do CIO está se movendo sobre seu eixo, mais distante da tecnologia e mais próximo de serviços. A religião da tecnologia está dando lugar ao agnosticismo do desenvolvimento. E a base da indústria de TI está mudando dos fornecedores para os integradores e empresas de serviços

22/12/2005 às 11h48

Foto:

Ao mesmo tempo, a função do CIO está se transformando. Antes avaliado pela eficiência da arquitetura de tecnologia na qual apostou, o CIO agora é julgado pelo valor dos serviços que fornece à empresa, a parceiros e a clientes.
Ganhos de produtividade, por exemplo, são uma das conquistas da Votorantim. “Com a utilização de .Net, conseguimos desenvolver produtos de maneira mais rápida e mais adequada para colocá-los à disposição de nossos usuários internos e para o mundo externo”, conta Matheus.  Um exemplo é o da solução cliente/servidor online móvel, desenvolvida com a plataforma .Net Compact Framework, da Microsoft, para a Votorantim Celulose e Papel.
A solução permite a consulta de estoque por pelo menos 20 executivos de negócios em São Paulo e Rio de Janeiro. “Com o processo de compactação, o volume de dados foi reduzido significativamente e as operações ganharam mais velocidade, estabilidade e segurança”, afirma Matheus. Outro benefício, segundo o executivo, foi em termos de custo, muito mais baixo se comparada com outras plataformas. O projeto de mobilidade da VCP, por exemplo, saiu em torno de 100 mil reais – “o que é mais barato do que se o projeto tivesse sido feito em plataforma Java”, compara.

Páginas seguintes ( 3 ) ( 4 ) ( 5 ) ( 6 ) ( 7 ) ( 8 )
Página anterior ( 1 )

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail