Home > Gestão

Balanço da primeira rodada de auditoria

Até o fechamento desta matéria, a SEC não havia punido nenhuma das empresas que não foram aprovadas em suas auditorias

Ben Worthen

01/11/2005 às 20h22

Foto:

Março de 2005 foi o primeiro mês em que um grande número de empresas públicas registrou relatórios anuais com certificados de controles internos como exige a Seção 404 do Sarbanes-Oxley. De acordo com uma análise da newsletter sobre governança corporativa Compliance Week, somente 5% dos 1.852 formulários 10-K registrados este mês, nos Estados Unidos, divulgaram um ponto fraco material (isto é, uma deficiência substancial suficiente para impedir uma empresa de detectar um problema em sua demonstração financeira de maneira oportuna), bem abaixo dos 20% que os auditores estavam prevendo no outono passado.
No total, 116 empresas divulgaram um ponto fraco material em março. Destas, apenas três, 99 Cents Only Stores, Internap Network Services e AAON, fabricante de aparelhos de ar condicionado, tinham pontos fracos relacionados a controles de TI, segundo análise realizada por CIO de registros na Comissão de Títulos e Valores Mobiliários (Securities and Exchange Commission – SEC) dos Estados Unidos. Além disso, duas empresas, Brookstone e The Genlyte Group, avisaram à SEC em março que divulgariam, em futuros registros, pontos fracos materiais devido ao controle de TI.
Até o fechamento desta matéria, a SEC não havia punido nenhuma das empresas que não foram aprovadas em suas auditorias. Mais surpreendente, nem Wall Street. Segundo estudo publicado em Compliance Week, a mudança no preço médio das ações das 116 empresas reprovadas foi zero. Apenas 18 empresas viram o preço de suas ações cair mais de 5% (o mesmo número que viu o preço da ação subir) e a maioria das quedas podia ser atribuída a outras causas, como previsões de vendas abaixo do esperado.
 
Matérias relacionadas

Processo contínuo
Atitudes para o segundo ano de Sarbox
E quanto ao terceiro ano?
Os principais pontos fracos do controle de TI

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail