Home > Gestão

Converta descrentes de TI em entusiastas – Parte 9

Parte 9

STEPHANIE OVERBY e RACHEL RUBIN*

24/08/2005 às 18h14

Foto:

Para além do sorvedouro de dinheiro
Os líderes de TI bem-sucedidos ficam de olho em qualquer indício de mudança positiva ou negativa na reputação da área, desde elementos quantificáveis, como pesquisas de satisfação do cliente e auditorias pós-implementação, a evidências mais sutis, como ser convidado para reuniões estratégicas ou o bate-papo em volta da máquina de café.
La Rocca presta atenção no número de comentários positivos versus os negativos. De acordo com ele, atualmente há mais comentários positivos, do tipo “não sabia que TI era capaz disso” ou “puxa, nunca vimos esta informação antes”, do que negativos, como “TI, a grande caixa preta” ou “TI, o sorvedouro de dinheiro”.
Dave Holland, CIO da Genesys Health System, acompanha o uso de sistemas no hospital. Aqueles que realmente acreditam em TI vão usar todo o potencial dos sistemas. Na realidade, Holland vê as reclamações dos médicos sobre os sistemas como um sinal positivo. Pelo menos, eles foram convencidos a usá-los . (Veja em “TI: Sob Nova Propriedade” como Holland fez usuários da área médica patrocinarem projetos de TI)
Os CIOs concordam que a conversão de descrentes em fiéis é um processo contínuo. Os resultados da pesquisa trimestral de satisfação do cliente de Roy mostram um crescimento definitivo nos últimos 18 meses: o percentual de entrevistados que dizem que TI atinge ou supera suas expectativas passou de 60% para quase 90%. Mas isso faz com que Roy dedique ainda mais tempo a aprimoramentos. “É uma maratona, não uma corrida de velocidade.”
“É um desafio constante”, concorda La Rocca. “Dou um passo para frente e dois passos para trás todo dia. E, devido à complexidade e à magnitude de TI, acho que nunca chegamos realmente lá. Justamente por isso é tão empolgante.”

Continuação: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail