Home > Tendências

IaaS, PaaS ou SaaS: principais características, diferenças e quando usar

Apesar de termos não serem recentes, muitos ainda não entendem suas diferenças e como cada uma das soluções pode impactar organizações

Computerworld/Reino Unido

19/07/2019 às 15h02

Foto: Shutterstock

A computação na nuvem, ou cloud computing, vem ganhando cada vez mais espaço entre empresas de todos os setores. Com inúmeras vantagens para alavancar os negócios, as soluções se dividem em três principais categorias: IaaS (Infraestrutura como Serviço), PaaS (Plataforma como Serviço) e SaaS (Software como Serviço).

Apesar desses termos não serem recentes, muitas pessoas ainda não entendem suas diferenças e como cada uma das soluções pode impactar as organizações. IaaS, PaaS e SaaS são modelos de serviços oferecidos na nuvem, tornando-se populares pela sua disponibilização em plataformas das gigantes da tecnologia, como Google, Microsoft e Amazon. Confira abaixo as principais características de cada um.

IaaS

A Infraestrutura como Serviço (IaaS) é a mais simples das três categorias, já que funciona praticamente da mesma forma, independentemente do fornecedor de nuvem escolhido. De forma geral, a IaaS oferece uma infraestrutura de TI automatizada e escalonável - armazenamento, hospedagem, redes - de seus próprios servidores globais, cobrando apenas pelo o que o usuário consome. Desta forma, em vez de adquirir licenças de software ou servidores próprios, as empresas podem simplesmente alocar recursos de forma flexível a partir das suas necessidades.

A solução vem estimulando o mercado. Em 2018, a IaaS foi responsável pela movimentação de US$ 31 bilhões, contra US$ 23,6 bilhões em 2017. Desde o início, o setor é dominado pela AWS (Amazon Web Services), líder global em receita, com 38% de participação no mercado. Em seguida aparece a Microsoft com 18%, a Google com 9% e o Alibaba com 6%.

PaaS

A Plataforma como Serviço (PaaS) é, provavelmente, o modelo de maior dificuldade para ser definido. A ideia é fornecer todos os conceitos básicos da IaaS, assim como as ferramentas e recursos necessários para desenvolver e gerenciar aplicativos com segurança sem precisar se preocupar com a infraestrutura. Os servidores que hospedam sites são exemplos de PaaS.

Entre os fornecedores de PaaS estão as gigantes da tecnologia, que têm capacidade para oferecer uma ampla gama de recursos para os clientes em uma mesma plataforma. Alguns dos principais são o Google App Engine, Oracle Cloud Platform, Cloud Fondry, da Pivotal, e o Heroku, da Salesforce.

SaaS

O Software como Serviço (SaaS) é o local onde um software é hospedado por terceiros e pode ser acessado pela web, geralmente bastando um login. Por esse modelo, a empresa contrata um plano de assinatura e utiliza os programas necessários para os negócios. Neste sentido, o SaaS é muito mais interessante para o uso de aplicativos específicos, como os de gestão de relacionamento com o cliente (CRM).

Para além dos programas diretamente úteis para os negócios, qualquer pessoa que tenha utilizado apps da Google, como Gmail ou Google Docs, ou serviços de armazenamento na nuvem, como o Dropbox, já desfrutou de partes do SaaS.

Os principais fornecedores de SaaS incluem a Microsoft, com o Office 365, assim como pioneiros de programas corporativos como a Salesforce.

 

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail