Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
CXOs consideram modernização de sistemas legados prioridade para os próximos 3 anos
Home > Gestão

CXOs consideram modernização de sistemas legados prioridade para os próximos 3 anos

Integração com novas aplicações e falta de agilidade nos negócios são os principais desafios relacionados aos sistemas legados

Da Redação

24/02/2021 às 18h20

Foto: Adobe Stock

Pesquisa global revela que mais de 70% dos diretores de experiência (CXO) consideram a modernização de ambientes com mainframes ou sistemas legados uma prioridade estratégica de negócios para os próximos três anos. A pesquisa encomendada pela Tata Consultancy Services e AWS destaca os desafios impostos pelos sistemas legados, os benefícios percebidos da modernização e da migração para nuvem e as abordagens mais populares entre os líderes.

O estudo consultou 211 CXOs e tomadores de decisão de nível sênior de empresas que atualmente possuem sistemas legados ou de mainframe. Entre os destaques estão tendências relevantes sobre como as empresas veem o futuro desses ambientes em suas trajetórias de transformação digital, gargalos e desafios nos processos de migração e a preferência por tecnologias baseadas em microsserviços.

“A pesquisa reforça nossa própria experiência com clientes em todos os setores e mercados. Eles têm dado a mais alta prioridade à modernização dos ambientes com mainframes ou sistemas legados em seus programas de transformação digital, especialmente durante a pandemia. As empresas estão buscando parceiros que sejam capazes de ajudar a mitigar riscos de paralisação e garantir resultados de alta qualidade com a agilidade”, destacou Vijayalakshmi Gopal, Diretor da TCS MasterCraft.

De acordo com o relatório, mais de dois terços dos participantes do estudo estão usando mainframes ou sistemas legados em operações básicas de negócio, e mais de 60% em funções com foco nos clientes.

CIO2503

E-book por:

Os entrevistados apontaram a integração com novas aplicações (61%), falta de agilidade nos negócios (57%) e riscos de segurança (55%) como os três principais desafios relacionados aos sistemas legados. Já as principais barreiras para a migração dos sistemas legados para a nuvem são: preocupações com segurança (44%), interrupção das operações (37%) e confiabilidade (33%).

A pesquisa também mostra que o principal objetivo das empresas na condução dos processos de modernização dos sistemas legados é obter mais agilidade para atender às demandas do mercado (45%), seguida por desempenho mais alto das aplicações/mais capacidade de resposta (41%) e maior disponibilidade/melhor recuperação em caso de desastres e níveis mais elevados de conformidade/segurança (38%, cada).

Quanto à abordagem, a preferida dos entrevistados para a modernização dos sistemas legados é reengenharia/redesenvolvimento (33%), seguidos por lift-and-shift (20%), retain-and-optimize (19%) e refactor (9%). A maioria das empresas que participaram da pesquisa utilizam atualmente (64%) ou planejam utilizar (22%) ferramentas para automatizar parcial ou totalmente o processo de modernização.

Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15