Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
Apenas 22% dos CFOs são pessoalmente eficientes, diz Gartner
Home > Gestão

Apenas 22% dos CFOs são pessoalmente eficientes, diz Gartner

Especialistas apontam formas para impulsionar a eficácia dos CFOs

Da Redação

17/01/2020 às 8h28

Foto: Shutterstock

Uma pesquisa realizada pelo Gartner apontou que apenas 22% dos CFOs alcançam alto grau de eficiência pessoal. De acordo com as informações, os principais fatores que contribuem para uma maior eficácia são atividades e relacionamentos bem-sucedidos fora do departamento financeiro.

Para o levantamento, o Gartner entrevistou mais de 100 CFOs, avaliando o seu desempenho e eficácia pessoal em 231 atributos. O objetivo foi revelar o que os profissionais mais eficazes fazem de diferente com o seu tempo, relacionamentos e equipes.

Leia mais no IT Trends

"Os CFOs nos dizem que têm mais demandas do que nunca, mas a surpresa nesta pesquisa é como poucas atividades diferenciam os mais bem-sucedidos do restante", explica Peter Nagy, vice-presidente de pesquisa da prática de Finanças do Gartner. "Os relacionamentos mais importantes que geram alto desempenho na função de CFO são encontrados na sala de reuniões e onde os clientes estão, não no departamento financeiro."

CIO2503

E-book por:

Durante o estudo, o Gartner determinou a eficácia pessoal dos CFOs com base na proximidade do profissional com a organização, comportamentos de crescimento, como a tomada de riscos positivos, bem como a capacidade de atender às expectativas dos CEOs em relação à receita, expansão de margens, retorno sobre investimento, saúde do capital e balanço.

Como parte da análise, o Gartner estudou as atividades semanais dos CFOs e descobriu que um profissional médio perde um dia inteiro de trabalho por semana por conta de atividades ineficazes - principalmente nos seus próprios departamentos. A pesquisa também revelou que não há correlação entre o tamanho ou o setor da empresa com a eficiência dos CFOs.

Melhorias na eficiência

Segundo o Gartner, há três grupos principais de relacionamentos que os CFOs mais eficazes focam em nutrir: - CEO e Conselho. Os CFOs mais eficazes conseguem desafiar construtivamente os seus CEOs para alcançar melhores resultados na tomada de decisões. - Clientes e líderes de vendas.

Os CFOs mais eficientes têm como foco o cliente e passam grande parte do tempo com ele. Essa relação de proximidade também impacta a conexão com os líderes de vendas, melhorando as estratégias de preços.

Gerentes de unidades de negócios - Os CFOs mais eficazes estão conectados ao desempenho das unidades de negócios. "Embora possa ser desencorajador que atualmente apenas um em cada cinco CFOs atenda ao padrão Gartner para um alto nível de eficácia pessoal, a boa notícia é que apenas o foco em alguns relacionamentos importantes fora das finanças pode gerar ganhos significativos nessa área", afirma Nagy.

"A chave para os diretores financeiros é ter em mente onde investem seu tempo e com quem, e depois desenvolver estratégias para proteger esses investimentos de tempo de muitas outras demandas do dia adia", complementa.

Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15