Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
A importância de um serviço de outsourcing com foco no cliente
Home > Gestão

A importância de um serviço de outsourcing com foco no cliente

Para que os serviços provoquem os benefícios desejados, é fundamental um relacionamento que priorize as necessidades apresentadas pelo cliente

Por Andrea Rivetti*

15/12/2020 às 18h01

Foto: Adobe Stock

O avanço tecnológico trouxe possibilidades animadoras em termos de otimização de processos e redução de custos, não há como questionar essas contribuições para o cenário empresarial. Com a presença consolidada da tecnologia no ambiente de trabalho, as empresas se deparam com meios factíveis de transformar a cultura corporativa de gastos e a própria produtividade dos profissionais por meio da digitalização. Nesse sentido, serviços de outsourcing de TI encabeçam uma alternativa utilizada com recorrência em um mercado em constante evolução. Mesmo assim, apesar do prestígio ligado à terceirização de procedimentos e infraestrutura de tecnologia, é importante enfatizar o impacto de uma abordagem personalizada e que atenda às expectativas do cliente.

Com certeza, um dos objetivos compartilhados por todas as empresas que trabalham com outsourcing de TI é de tornar possível que o cliente abrace de vez a inovação e visualize a mesma no cotidiano das operações, de modo que reflexos positivos sejam distribuídos e sentidos a médio e longo prazo. Não basta depositar essa responsabilidade à presença digital e esquecer que os componentes centrais de qualquer organização repousam sobre a figura das pessoas. Por isso, deve-se pensar na customização como uma saída praticamente obrigatória nos dias atuais.

Projetos personalizados acompanham demandas

Por mais consistente e chamativo que um projeto de outsourcing possa aparentar, se ele permanecer em um campo estático de implementação, sem variáveis capazes de corresponder à particularidade que cada cliente apresenta, é improvável que esse modelo de serviço faça sucesso no mercado. Se os últimos meses – os quais uma crise sanitária ganhou proporções inimagináveis pelas companhias – ofereceram alguns aprendizados no que diz respeito a fatores externos e como eles influenciam o dia a dia das empresas, pode-se destacar a importância de se contar com um planejamento estratégico totalmente flexível. Logo, a tecnologia precisa compactuar com essa mentalidade inovadora.

Em razão desse dinamismo que foge do controle do empresariado, é determinante que o gestor obtenha soluções de automação e estrutura tecnológica de acordo com suas maiores características e urgências. Dessa forma, ele terá à disposição todas as ferramentas necessárias para enfrentar situações de adversidade de modo ágil e assertivo, sem entraves operacionais.

CIO2503

E-book por:

Transparência é palavra-chave na era dos dados

Hoje em dia, os dados representam um objeto de valor analítico indispensável, principalmente se considerarmos a chegada da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), fator legislativo que exige uma estabilidade fiscal que o outsourcing de TI consegue propiciar. Focar no cliente e entender os elementos que compõem a eficiência de seu negócio é uma tarefa que passa por essa nova concepção em relação às informações armazenadas internamente.

Com a questão de segurança e conformidade em alta e com caráter de obrigatoriedade para as organizações, trata-se de um dos pontos de atenção na hora de escolher por uma empresa de terceirização. Em outras palavras, é primordial para a tomada de melhores decisões e a integridade fiscal do contratante que os dados sejam prioridade durante a transição ao digital.

O que muda para a realidade da empresa?

Olhando para o tema sob uma ótica mais ampla, o que realmente muda para a companhia que opta por um serviço de outsourcing de TI capaz de preencher suas lacunas? Além de evitar os esforços em investimentos em hardwares e softwares, elementos digitais que ficam a cargo da terceirização, o gestor terá tempo hábil para centralizar todas as ações no core business do negócio, deixando este aspecto técnico para uma equipe especializada e suportada pela precisão tecnológica.

Custos referentes à administração, manutenção e gerência dos ativos, assim como o atendimento ao usuário, também são terceirizados dentro deste contexto. No fim, com tantas contribuições e uma mudança completa na perspectiva estratégica e processual da organização, o grande diferencial que confirma a consolidação do outsourcing no mercado de soluções inovadoras decai sobre o relacionamento com o cliente, que se personalizado e adaptável às demandas apresentadas, pode inserir a empresa em um novo patamar de maturidade tecnológica e eficiência operacional.

*Andrea Rivetti é CEO da Arklok.

Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15