Home > Carreira

Gestão 4.0: o que todo gestor precisa saber

Na nova era, líderes acabam desempenhando um novo papel, atuando mais como facilitadores e agregadores do que, meramente, como um tradicional chefe

Denis Gonçalves*

25/04/2019 às 14h11

Foto: Shutterstock

Em meio a uma transformação digital, as empresas estão alterando seu jeito de administrar os negócios, a fim de que consigam dar conta da mudança de comportamento do mercado e do consumidor final. Essa nova gestão é chamada, hoje em dia, de Gestão 4.0 e nada mais é do que uma administração que permite que as organizações interajam e trabalhem de acordo com as expectativas dos clientes, de modo a satisfazer suas necessidades, através de uma boa experiência de compra.

O conceito de Gestão 4.0 foi inspirado na Quarta Revolução Industrial, a qual é marcada pela convergência de tecnologias digitais, físicas e biológicas. Por ter surgido devido à Indústria 4.0, é necessário, para fazer uso desse tipo de gestão e andar lado a lado com as exigências competitivas do mercado, que os gestores sigam três premissas básicas: automatização do produto, integração de todos os setores do negócio e virtualização dos processos.

Diante disso, primeiramente, os gestores precisam tornar as máquinas independentes, criando ciclos mais rápidos, eficientes e precisos. Posteriormente, a integração entre todos os setores da organização fará com que a comunicação entre eles melhores e, ainda, haja uma redução no número de falhas na produção. Por fim, a virtualização dos processos tornará possível a análise de dados em tempo real, acelerando o processo de tomada de decisão. A partir disso, os gestores estarão prontos para executar a Gestão 4.0.

Por ter um foco maior no cliente, com a Gestão 4.0, os líderes acabam desempenhando um novo papel, atuando mais como facilitadores e agregadores do que, meramente, como um tradicional chefe. Por conta disso, o desafio do gestor está em entender seu potencial e o de sua equipe para criar um ambiente tecnológico capaz de extrair o melhor das habilidades de cada um. Sob o contexto da Gestão 4.0, as habilidades que mais oferecem um diferencial na hora de lidar com o cliente são as que envolvem capacidade de inovação, espírito empreendedor, curiosidade, criatividade, imaginação, inteligência social e inteligência emocional.

Essas habilidades, no entanto, não servem apenas para obter um resultado melhor com o cliente final, mas também para a administração, em si, da Gestão 4.0, já que, assim como a transformação digital, ela necessita de um comportamento mais ágil por parte dos gestores, para que eles consigam tomar decisões em tempo real e de forma descentralizada. Com rápidas transformações, é importante que os gestores saibam entender as demandas e as necessidades de sua equipe e clientes, respondendo a isso de forma rápida.

Sendo assim, uma das maiores vantagens em adotar uma Gestão 4.0 para a empresa é a capacidade inovadora extraída dos líderes e os novos modelos de receita gerados. Através da automatização do produto, da integração de setores e da virtualização dos processos, os gestores ganham mais tempo para focar em atividades específicas e gerar estratégias que agreguem valor à companhia e à experiência com o cliente, o que acaba aumentando a produtividade da equipe e a vantagem competitiva conquistada.

*Denis Gonçalves é CEO e Fundador da Next SI

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail