Home > Tendências

Ferramenta do Google avalia velocidade de carregamento dos sites móveis

A partir de Julho a medida será uma dos critérios usados para ranqueamento dos sites nos resultados da busca móvel

Cristina De Luca

21/03/2018 às 15h54

velocidade_245583898.jpg
Foto:

A partir de Julho, o Google passará a usar a velocidade de carregamento dos sites mobile como critério para ranqueamento nos resultados da busca a partir de smartphones e tablets, revelou nesta quarta-feira, em São Paulo, o presidente do Google Américas, Allan Thygesen, durante a abertura do Think 2018.

O evento, que que reúne líderes de negócios, marketing e comunicação para apresentar novidades do Google para o ano, também serviu de palco para o lançamento, no Brasil, da Mobile Speed Scorecard, nova ferramenta do Google para ajudar empresas a medir o tempo de carregamento dos seus sites móveis, em relação aos da concorrência, da calculadora de Impacto Potencial de Receita, que examina o efeito em potencial que a velocidade tem nas taxas de conversão.

Funcionamento
A ferramenta Speed ​​Scorecard permite que empresas de qualquer tamanho digitem sua URL para ver como a velocidade de seu site para celular é comparada com as principais marcas concorrentes. Os dados são baseados na experiência de usuários reais do Chrome quando acessam destinos populares da internet no país, consolidadas no Relatório de Experiência do Usuário do Chrome.

Google1

Enquanto isso, a calculadora de Impacto permite que todas as empresas insiram sua URL e informações adicionais, como média mensal de visitantes, valor do ticket médio e a taxa de conversão para ver quanto receita adicional poderiam obter apenas melhorando a velocidade do site móvel.

Google2

Valores de referência
Muitas empresas têm o seu potencial de
negócio  limitado por sites mobile lentos e mal projetados.
Historicamente, eles nunca foram priorizados, mas são fundamentais para o
sucesso no mundo móvel de hoje.

Para as conexões 3G, o Google recomenda que as marcas invistam em otimizações que aumentam a velocidade do celular em 5 segundos, ao mesmo tempo em que afirmam que as conexões 4G não devem exceder 3 segundos.

Segundo o Google, um site para dispositivos móveis com 150 mil visitantes mensais, uma taxa de conversão inicial de 2,5% e um valor médio de pedido de US$ 75 pode aumentar a receita anual em US$ 255 mil, melhorando o tempo de carregamento de seis para três segundos.

Só a título de curiosidade, os brasileiros passam, atualmente, cerca de 89% do tempo em seus dispositivos móveis [fonte: Consumer Barometer]. Com isso, esperam que os sites carreguem instantaneamente e sejam fáceis de navegar. Pesquisas mostram que 53% das visitas são abandonadas se um site móvel demorar mais de 3 segundos para carregar.

No Brasil, o tempo médio de carregamento dos
sites nacionais é de 16 segundos, segundo Thygesen. Se considerarmos apenas 75% dos sites mobile das maiores marcas do Brasil esse valor sobre para 20 segundos. Portanto, há muito trabalho
pela frente para chegar nos valores recomendados.

Faça um teste: conte até vinte. Pareceu uma eternidade? De acordo com o Google, se as pessoas
têm uma experiência negativa no celular, elas têm 62% menos chances de
comprar da sua empresa no futuro - não importa o quão criativa ou
data-driven sua companhia já é.

Um site mobile lento não frustra apenas seus clientes, ele também limita seu negócio. No varejo, vemos que um segundo de delay no carregamento pode influenciar as conversões no mobile em até 20%.

velocidade

Recomendações do Google
Os consumidores estão cada vez mais impulsivos e impacientes, segundo Thygesen. Por isso, aqui estão outras recomendações que, de acordo com o Google, ajudarão a acelerar a experiência do seu site mobile

  • - Examine essa lista de maneiras de otimizar seu site mobile. Para recomendações mais avançadas, confira essas orientações sobre experiência do usuário.
  • - Consulte o tópico "Páginas de destino" da nova experiência do AdWords para descobrir quais URLs na sua conta são mobile-friendly, atraem mais negócios e precisam de mais atenção.
  • - Use a tecnologia Accelerated Mobile Pages
    (AMP). Página AMP são tão rápidas que parecem carregar instantaneamente. E você
    pode direcionar os cliques das suas campanhas do Google Search para
    essas páginas supervelozes. Atualmente, o Google vem trabalhando para
    estender o suporte a AMPs às campanhas do Google Shopping, e assim
    garantir uma experiência de compra mais rápida e fluida para os
    consumidores.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail