Home > Eliane Carvalho

Falta de orçamento e cultura corporativa barram transformação digital

Segundo levantamento da OTRS, 10% dos líderes de tecnologia afirmam ainda não ter visto efeitos dos esforços de digitalização em suas organizações

Da Redação

19/06/2019 às 10h40

Foto: Shutterstock

O caminho para a transformação digital é custoso e complexo, mas dada a crescente competitividade, empresas estão correndo para digitalizar todos os seus processos. Neste cenário, há alguns mercados mais maduros em termos de digitalização. Segundo estudo da OTRS realizado com 350 gerentes de TI na Alemanha e nos Estados Unidos, um grande número de empresas alemãs (27%) e americanas (29%) está a caminho de concluir a transformação digital. O estudo foi realizado com 350 gerentes de TI nos países citados.

De acordo com o relatório, 15% das empresas americanas e 9% das empresas alemãs já completaram 100% de suas metas de transformação digital e estão avaliando o progresso alcançado.

A pesquisa também destaca algumas conclusões interessantes a respeito da transformação digital. Há um número considerável de empresas - 13% nos EUA e 23% na Alemanha - que ainda está no processo de planejamento e ainda não deu  passos concretos em direção à transformação digital. E um total de 7% de todas as empresas pesquisadas não tem planos de digitalização.

O maior impeditivo: orçamento

A maioria das empresas que começaram a implementar a transformação digital diz que as medidas já tomadas tiveram um efeito positivo (84%). No entanto, pelo menos 10% também dizem que seus esforços para a transformação digital até agora não tiveram efeito.

Segundo o estudo, o maior impeditivo da transformação digital é a falta de orçamento (22%). Isto é seguido pela cultura corporativa, que muitas vezes é muito rígida para a mudança (17%) e falta de habilidades (13%).

Os maiores benefícios da Transformação Digital

Na questão aberta de quais efeitos positivos a transformação digital gerou até agora, a maioria respondeu que os benefícios foram a economia de tempo por meio do aumento da eficiência, seguido pela melhoria da qualidade e menor desperdício.

"Como nossos resultados mostram, nem todas as empresas chegaram à era digital - mesmo que haja uma forte tendência nesse sentido", avalia Sabine Riedel, membro do conselho da OTRS AG, enquanto explica os resultados. "É desilusão que as razões orçamentárias desempenhem um papel tão importante. É importante estimar os gastos financeiros com cuidado e planejar a longo prazo. Também é importante observar a despesa extra de tempo que deve ser orçada para a comunicação empresarial e a implementação de ferramentas apropriadas", complementa.

 

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail