Home > Carreira

Estes são os profissionais de TI que precisam melhorar suas competências

De analista de sistemas a desenvolvedor web e engenheiros, todos os profissionais de TI devem procurar aprimorar as suas habilidades

Bob Violino, CIO (EUA)

16/01/2020 às 8h00

Foto: Shutterstock

As iniciativas digitais não estão apenas transformando os negócios - elas também estão aumentando significativamente as competências necessárias por parte dos profissionais de TI. Não deve ser surpresa, dado o intenso ritmo das mudanças tecnológicas, que algumas funções de TI estejam passando por uma espécie de metamorfose, para que possam se adaptar às transformações do mercado.

Leia mais na IT Trends

Os CIOs precisam considerar alguns cargos adequados para a qualificação ou aprimoramento de competências para apoiar as transformações digitais. As funções que exigiam um certo conjunto de habilidades no passado evoluíram para demandar novas competências e alcançar novos objetivos.

Nos últimos anos, fatores como o crescimento da cloud computing e a ascensão da mobilidade corporativa e da edge computing ampliaram o escopo da TI, dando novos significados a diversas carreiras em tecnologia.

Confira algumas das principais funções que os líderes de TI devem considerar, bem como sugestões de habilidades e treinamentos para gerar uma nova versão de carreira e ter maior probabilidade de sucesso na era digital.

Analista de negócios

Os analistas de negócios são peças-chave nos departamentos de TI, pois ajudam a preencher as lacunas entre as operações de TI e de negócios, aproveitando a análise de dados para avaliar processos, determinar o que precisa ser alterado e, fornecer recomendações aos executivos.

Uma das suas principais responsabilidades é descobrir como as alterações de software, hardware, serviços e processos orientados por dados podem aumentar a eficiência da organização - tudo dentro do contexto do que é tecnologicamente possível e acessível.

O seu papel evoluiu com a crescente necessidade de lidar com novas complexidades - do ponto de vista da tecnologia e dos negócios. Atualmente, muitas empresas estão no meio de suas transformações digitais, que envolvem migrações para serviços em nuvem, resultando em uma combinação híbrida de sistemas locais, nuvens privadas e nuvens públicas.

É hora de os analistas de negócios se familiarizarem com soluções de cloud, tecnologias móveis, inteligência artificial (IA) e aprendizado de máquina, tecnologias definidas por software, edge computing, segurança cibernética, DevOps e outras áreas.

Engenheiro de segurança / analista de segurança cibernética

Como em outras posições de TI, a crescente complexidade do ambiente tecnológico também está afetando as profissões de segurança, incluindo engenheiros de segurança e analistas de segurança cibernética.

Uma "empresa" típica agora pode abranger diversos serviços de nuvem pública, centenas ou milhares de dispositivos móveis, inúmeras instalações remotas e inúmeros objetos conectados via IoT. Tudo isso precisa ser protegido.

Para esses profissionais de segurança cibernética, inicialmente o objetivo era encontrar vulnerabilidades potenciais e corrigi-las, mas hoje existem tantos dados de tantas fontes que priorizar essas informações nos planos de ação e mitigar os riscos é mais importante.

Com as novas demandas, os engenheiros de segurança também precisam desenvolver melhores habilidades de comunicação. Eles têm que ser capazes de se comunicar com a gerência sênior sobre falhas, vulnerabilidades e riscos para que todos tenham uma noção precisa da verdadeira postura de segurança da organização.

Gerente de infraestrutura

Os gerentes de infraestrutura de TI são os principais responsáveis ​​pela supervisão dos aspectos técnicos e gerenciais do departamento de TI de uma organização. Eles planejam e projetam a infraestrutura enquanto gerenciam a equipe responsável por mantê-la continuamente.

Obviamente, o conceito de “infraestrutura de TI” mudou nos últimos anos, com o aumento do uso de serviços em nuvem, tecnologias móveis e dispositivos na edge da rede corporativa, incluindo a IoT.

Atualmente, os ambientes de TI incluem serviços em nuvem e sistemas locais de uma variedade de fornecedores e prestadores de serviços. Como resultado, o gerente de infraestrutura moderno precisa ser especialmente qualificado em gerenciamento de fornecedores e integração.

Analista de sistemas / administrador de sistemas

O analista ou administrador de sistemas é o profissional de TI especializado em analisar, projetar e implantar sistemas. Esse indivíduo garante que as ferramentas tecnológicas fornecidas sejam adequadas em termos dos resultados pretendidos e trabalhe com usuários finais, fornecedores, programadores e outros para alcançar os resultados desejados.

Às vezes, essas funções são responsáveis ​​pelo desenvolvimento de análises de gastos, considerações de design e cronogramas de implementação de tecnologias. Também podem trabalhar em colaboração com analistas de negócios para ajudar a garantir que os sistemas estejam realmente atendendo às necessidades da empresa.

Muito disso ainda é verdade sobre analistas de sistemas e administradores, mas novas responsabilidades estão surgindo.

A função de administrador de sistemas está mudando de um foco local para o gerenciamento de instâncias e serviços em nuvem. Além disso, os profissionais devem aprimorar as suas habilidades sociais para que a organização prospere.

Desenvolvedor Web

As mudanças no papel de desenvolvedor web estão em andamento há alguns anos, refletindo algumas das principais tendências em TI, como o aumento do uso de dispositivos móveis no local de trabalho e entre os consumidores, bem como o foco crescente na experiência do usuário.

Atualmente, os desenvolvedores Web precisam ter um bom entendimento de áreas como design modular, design para usuários móveis e as velocidades de carga necessárias, recursos de IA como chatbots, otimização de pesquisa por voz e segurança cibernética.

A IA sozinha está tendo um enorme impacto no desenvolvimento Web, permitindo novos recursos, como comandos de voz, que facilitam a navegação e a busca de informações para os usuários.

O aumento contínuo da IoT também terá impacto no desenvolvimento Web, já que as empresas podem querer disponibilizar alguns dados dos dispositivos conectados aos usuários por meio de sites.

Além disso, muitos desenvolvedores precisarão expandir os seus conhecimentos de linguagens de programação para acompanhar as últimas tendências. Administrador de rede A função do administrador de rede está mudando, afinal, o conceito de rede corporativa está passando por transformações - com a nuvem mais uma vez servindo como peça central para a transição.

Os administradores de rede há anos são responsáveis ​​pelas infraestruturas de rede, incluindo redes locais e de área ampla, servidores, interações software-rede e integridade / resiliência da rede. Eles lidam com todos os problemas relacionados a esses componentes, garantindo que as redes tenham um desempenho de alto nível no suporte aos negócios.

As infraestruturas de rede atuais são muito mais complexas do que no passado e geralmente incluem suporte a links para serviços em nuvem, dispositivos móveis, edge computing e, cada vez mais, IoT.

Os administradores de rede que no passado podiam se familiarizar com o Windows 10, Office e outras plataformas locais comuns, agora precisam conhecer serviços em nuvem, como Microsoft Azure, Amazon Web Services, Google Cloud e outros. De fato, a contínua migração para a nuvem está afetando não apenas os administradores de rede e as outras funções de transição, mas quase todos os profissionais de TI.

Conforme o mundo da tecnologia continua evoluindo, com as empresas transferindo sistemas, aplicativos e dados para ambientes baseados na nuvem, pode-se dizer que todos os profissionais de TI devem procurar aprimorar as suas habilidades.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail