Home > Tendências

Este é o principal medo dos executivos ao não aderirem à transformação digital

Segundo pesquisa da CI&T e Opinion Box, perda de clientes é o principal impacto negativo apontado pelos C-level de diferentes indústrias

Da Redação

11/11/2019 às 8h00

Foto: Shutterstock

De acordo com a segunda edição do estudo Business Impact Insights, realizado pela CI&T em parceria com a Opinion Box, 44,2% dos executivos C-level consideram a perda de clientes como o principal impacto negativo de não iniciar os processos de transformação digital. Durante o estudo, foram entrevistados 1.064 líderes de empresas de tecnologia, finanças, varejo e comércio, Indústria e Manufatura, Educação, Saúde, Serviços, Bens de Consumo, RH, entre outros.

Além do risco de perda de clientes, os executivos consideram a perda de competitividade perante o mercado (43%) e a perda de eficiência operacional (41%) como outros riscos importantes da não adesão à transformação digital. Sobre os impactos positivos da digitalização, os líderes entendem que os projetos atraem clientes (51,5%), aumentam a eficiência operacional (55,6%) e a competitividade no mercado (51%).

“Estamos em um momento em que todas as empresas sabem - ou deveriam saber - que a transformação digital é uma realidade imposta e necessária. Se a mudança não começar por dentro e de forma urgente, haverá pressão do ambiente externo, e então a companhia tem apenas duas escolhas: ou se adapta ou perde espaço para os concorrentes”, explica Cesar Gon, co-fundador e CEO da CI&T. “O ponto positivo é que a maioria dos líderes já percebeu isso - 81% têm projetos de transformação digital em andamento e para 91% dos executivos ouvidos há planos de acelerar o processo.”

Apesar da compreensão sobre a importância da transformação digital, apenas 46% dos participantes acreditam que as suas empresas estão completamente preparadas para o processo. Além disso, a limitação de orçamento (41%) e a burocracia interna (38) são apontados como obstáculos.

Vale destacar que a transformação digital envolve questões que ultrapassam a estrutura organizacional. Afinal, a cultura e o engajamento dos colaboradores são fatores cruciais para o sucesso do projeto. Sobre o assunto, o levantamento demonstra que 51,2% dos executivos acreditam que estão totalmente preparados, mas somente cerca de 37% entendem que a equipe e a liderança estão no mesmo nível de preparo. “O potencial individual é importante, mas as mudanças realmente acontecem quando as pessoas trabalham em conjunto. É preciso incentivar um mindset de colaboração e sinergia, e o líder é essencial nesse processo”, afirma Gon.

Sobre os avanços da transformação digital, os participantes afirmam que a área de Tecnologia/TI é a mais fundamental e engajada, seguida pelo marketing. Pensando no mercado, 43% dos executivos consideram que as suas empresas estão alinhadas com a velocidade da transformação no Brasil. Além disso, 41,6% entendem que os seus concorrentes estão no mesmo patamar e 30% se consideram muito à frente na digitalização.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail