Home > Gestão

Esta é a principal habilidade que você precisa para ser um líder respeitado

Capacidade de escuta no mercado é tão baixa que você só precisa ser um bom ouvinte para se destacar

Tony Gerth, CIO (EUA)

12/11/2019 às 10h03

Foto: Shutterstock

Se os executivos de TI aprenderem a ser melhores ouvintes, poderão se tornar líderes melhores. Sim, a principal habilidade de um líder é ser um bom ouvinte. De fato, a capacidade de escuta no mercado é tão baixa que você só precisa ser um bom ouvinte para se destacar! Ser um excelente ouvinte é, obviamente, ainda melhor.

Muitas lideranças são orientadas para a ação, criando visão, exercendo influência, inspirando outras pessoas e alcançando resultados. Mas como isso é possível? Pois é, esses são os benefícios da escuta, e os executivos de TI podem aumentar essa habilidade para se tornarem líderes melhores.

Ouvir é a base da liderança

Ouvir como líder é a habilidade fundamental de várias atividades de liderança, como:

  • Construir relações profissionais produtivas
  • Construir relacionamentos pessoais satisfatórios
  • Fornecer feedback de desempenho e treinamento
  • Comunicação eficaz de ideias

Essas atividades, aprimoradas por uma melhor escuta, trarão benefícios além do óbvio.

Benefícios da escuta da liderança

As pessoas se sentem valorizadas e incluídas. As pessoas se sentem valorizadas quando suas opiniões são genuinamente ouvidas. Isso deve aumentar a retenção e o engajamento de membros da equipe de TI. Também melhorará o senso de inclusão das equipes, porque você demonstra a elas que todos os pontos de vista são valorizados.

Cria um ambiente seguro e confiante. As pessoas não apenas se sentem valorizadas quando são ouvidas, mas também se sentem seguras. Elas confiam que compartilhar boas e más notícias não afetará negativamente a sua posição, fazendo com que você tenha acesso à verdade sobre a equipe.

Mal-entendidos são reduzidos. Muitos conflitos organizacionais vêm de mal-entendidos, ou simplesmente da falta de compreensão sobre as recomendações, motivações ou preocupações de outras pessoas. A escuta da liderança que promove uma melhor compreensão reduzirá esses conflitos e evitará a energia negativa que eles geram.

Gera mais influência. Se você quiser influenciar outras pessoas, sua equipe ou seus stakeholders, poderá ser mais eficaz se enquadrar seus objetivos em termos de perspectivas. A escuta da liderança permite entender com precisão como apelar para o seu ponto de vista específico.

Contexto e modos de escuta

As oportunidades para escutar ocorrem em vários contextos, e os modos de escuta também variam. Existem basicamente dois modos: a escuta passiva, que deve ser utilizada quando membros da equipe simplesmente querem ser ouvidos e não estão buscando um feedback. Você ouve passivamente simplesmente para reconhecer o que a outra pessoa está dizendo e para garantir que ela sinta que foi ouvida.

O segundo modo é a escuta ativa, onde você está em um diálogo com outra pessoa ou grupo. A escuta ativa exige que você entenda claramente o que a outra pessoa está dizendo, para que a sua resposta seja adequada. A pessoa quer que você aja? Eles querem o seu conselho? Entender o objetivo da conversa será o seu guia para o modo de escuta a ser escolhido.

Contexto de escuta

Pensei nisso recentemente, quando minha esposa compartilhou com um grupo de pessoas que eu era um bom ouvinte. Embora lisonjeado, também achei interessante, pois ela muitas vezes me acusava de não ouvi-la! Percebi que há momentos em que é fácil ser um bom ouvinte e que em outras vezes é um desafio.

Aqui estão três contextos de escuta:

Plano externo. Esse cenário é quando alguém agenda uma reunião com você para discutir algo. Como está planejado, você pode se preparar para a reunião e se concentra na outra pessoa. Pode ser um modo de escuta ativa ou passiva, dependendo do objetivo.

Plano interno. Você inicia esse cenário agendando um horário com outra pessoa para discutir um tópico específico. Desde que você inicia a comunicação, você tem um objetivo em mente e a sua atenção se inclina para entender a compreensão e a perspectiva da outra pessoa sobre o que você lhe diz.

Externo não planejado. Esse cenário representa o maior desafio para ouvir. É quando você é interrompido por alguém. Como você está trabalhando em outra coisa, sua mente precisa de um momento para reorientar a sua tarefa. Obviamente, você tem a opção de pedir à pessoa para voltar depois ou marcar uma reunião. Essa é a melhor abordagem, pois não requer que você faça uma mudança mental rápida para o modo de escuta.

No entanto, às vezes as pessoas precisam ser ouvidas naquele exato momento. Scott Peck, psiquiatra, afirma: "você não pode realmente ouvir alguém e fazer qualquer outra coisa ao mesmo tempo." A verdadeira escuta exige atenção e empenho. E apesar de nem sempre ser fácil, pode ser a grande diferença para a construção de uma liderança forte e respeitada.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail