Home > Gestão

ERP como diferencial competitivo

Em um segmento pouco afeito à tecnologia da informação, grupo de segurança patrimonial investe em ERP para continuar crescendo

Marina Pita

02/04/2008 às 11h43

Grupo GR_int.jpg
Foto:

Nem mesmo o Grupo GR, formado por empresas prestadoras de serviços de segurança, um setor pouco tradicional no que diz respeito a investimentos em tecnologia, resistiu à tentação de ter um sistema ERP (enterprise Resources Planning), organizar a administração do negócio e otimizar os recursos humanos e materiais já disponíveis.

Denise Romanelli, diretora administrativa do Grupo GR, explica que a confiabilidade dos processos de negócio estava comprometida e que diante da demanda crescente, era preciso ter todos os recursos bem organizados para que fosse possível crescer sem aumentar desnecessariamente o número de funcionários e de equipamentos.

“O Grupo GR tinha uma miscelânea de softwares, um sistema muito quebra-cabeça, que fazia com que perdesse qualidade. Processos eram feitos mais de uma vez,” afirma Denise. A diretora explica que 70% da atividade da empresa refere-se à gestão de pessoas e isso foi o que mais pesou na escolha da solução ERP RM da TOTVS.

A empresa está há um ano e meio implantando o sistema e acredita ter passado pela fase mais crítica: a revisão de processos. “Foi uma grande mudança cultural, tirar todos os softwares acessórios foi um grande desafio. Para superá-lo, fomos criando grupos de trabalho em cada departamento com usuários chave e fomos rodando paralelamente,” destaca Denise.

Os dois consultores contratados para apoiarem essa mudança e consolidarem os novos processos tornaram-se tão importantes que foram incorporados ao quadro de funcionários do Grupo GR.

Entre os destaques do projeto está a incorporação de um sistema de gerenciamento de controle de suprimentos. “Ganhamos muita agilidade, por exemplo, no controle de uniformes, que hoje está integrado ao sistema. Temos maior controle da necessidade de trocas, baixa do sistema, resuprimento, demanda, sem contar a agilidade de atender os clientes internos e externos,” aponta Denise.

A implantação do ERP partiu dos módulos mais simples, como o administrativo e financeiro, e agora passa para a parte considerada pelo próprio Grupo a mais complexa: recursos humanos, atendimento a cliente e CRM.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail