Home > Tendências

Engenheiro de DevOps é o profissional mais recrutado no LinkedIn em 2018

E o Emerging Jobs Report aponta a Inteligência Artificial, o Machine Learning e o Blockchain como ocupações em ascensão

Da Redação

13/12/2018 às 14h22

Foto: Shutterstock

O LinkedIn liberou recentemente a lista com os cargos mais recrutados em 2018 em todo o mundo. O engenheiro de DevOps aparece no topo da lista geral, seguido pelo executivo de contas corporativas e o engenheiro front-end (que trabalha com a arquitetura inicial de um software). O estudo foi feito de abril de 2017 a abril de 2018, por meio dos InMails (mensagens privadas no LinkedIn) que recrutadores enviaram para esses profissionais.

O relatório  “The most 33 recruited jobs” traz ainda as posições mais recrutadas em 5 indústrias e 5 funções.  Entre os destaques estão os Cientistas de Dados, profissionais mais procurados por empresas do ramo financeiro.  Já o engenheiro de software é o trabalho mais recrutado nas indústrias de varejo, serviços profissionais e educação, governo e organizações sem fins lucrativos (ONGs).

Confira abaixo todos os cargos mais recrutados segundo o relatório:

Cargos mais recrutados no geral

1) Engenheiro de DevOps

2) Executivo de contas corporativas

3) Engenheiro front-end

Cargos mais procurados por indústria

Tecnologia

1) Executivo de contas corporativas

2) Engenheiro de DevOps

3) Representante de vendas

Finanças

1) Cientista de dados

2) Engenheiro de software sênior

3) Consultor fiscal sênior

Varejo

1) Engenheiro de software

2) Analista financeiro sênior

3) Gerente sênior de marca/ comunicação

Serviços

1) Engenheiro de software sênior

2) Cientista de Dados

3) Desenvolvedor front-end

Educação, governo e organizações sem fins lucrativos

1) Engenheiro de software

2) Analista de negócios

3) Administrador de sistemas

Cargos mais procurados por função

Engenharia

1) Engenheiro de DevOps

2) Engenheiro front-end

3) Arquiteto de dados

Marketing

1) Gerente de marketing digital

2) Gerente de marketing de produtos

3) Gerente sênior de marca/ comunicação

Empregos Emergentes
Já o Emerging Jobs Report, com foco no mercado norte americano,  aponta a Inteligência Artificial, o Machine Learning e o Blockchain como algumas  das ocupações em ascensão.

De acordo com o LinkedIn, a Inteligência Artificial (IA) chegou para ficar. Este ano, seis dos 15 empregos emergentes estão relacionados de alguma forma à IA. E eles estão por todos os setores, não apenas na tecnologia. Na verdade, as habilidades de Inteligência Artificial estão entre as habilidades que mais crescem no LinkedIn globalmente.

"Não é surpresa que estamos vendo uma explosão de papéis de Machine Learning e crescimento contínuo de funções de Ciência de Dados", diz a equipe da rede social profissional no relatório. "Na verdade, começamos a ver isso no relatório do ano passado , no entanto, ambos os campos estão começando a ver papéis mais especializados emergindo. Também pode ser que você não fique chocado com o fato de o Blockchain Developer estar no topo da lista após o surto de interesse deste ano em torno do blockchain e da cryptocurrency", diz o texto.

A demanda por Desenvolvedor Blockchain cresceu 33 vezes, na variação anual. A para Engenheiros de Machine Learning, 12 vezes. Para especialistas em Machine Learning, 6 vezes e para especialistas em Ciência de dados, 5 vezes.

Já as maiores lacunas de habilidades são soft skills. Apesar dos papéis técnicos terem mostrado uma forte evidência na lista de empregos emergentes deste ano, as habilidades sociais - como comunicação oral, liderança e gerenciamento do tempo - compõem quase metade da lista de habilidades com alta demanda e baixa oferta.

A Comunicação Oral continua a ser o grupo de habilidades com a maior escassez. Além disso, habilidades técnicas essenciais, como mídias sociais, design gráfico e desenvolvimento web, são consistentemente demandadas, já que toda organização - não importa quão grande ou pequena - precisa de uma presença digital para sobreviver.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail