Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
Empresas se tornaram móveis e o que você, líder, tem a ver com isso?
Home > Tendências

Empresas se tornaram móveis e o que você, líder, tem a ver com isso?

Covid-19 forçou até as empresas mais relutantes a se adaptarem ao trabalho remoto. Mudança deixará marcas permanentes na cultura organizacional

Jonny Evans, Computerworld (EUA)

16/05/2020 às 10h54

Foto: Shutterstock

Costumo me concentrar em como as soluções e os ecossistemas da Apple podem aumentar a produtividade da empresa e possibilitar novas maneiras de trabalhar. Mas nunca esperei que essas ideias se tornassem obrigatórias, como aconteceram nas últimas semanas.

A mobilidade está mantendo as coisas unidas. Nós já estávamos envolvidos na transformação digital da vida cotidiana. A tecnologia envolveu a maioria dos processos de negócios e grande parte de nossa vida pessoal. Muitos de nós já usamos iPhones para tudo e usamos um Apple Watch para ajudar a gerenciar nossa saúde.

O que a Covid-19 fez foi acelerar a transformação, forçando até mesmo as empresas mais relutantes (incluindo a Apple) a adotar práticas de trabalho remotas - rapidamente.

Os dados da Gallup afirmam que, em apenas três semanas após o bloqueio, o percentual de funcionários que trabalha em casa dobrou, de 31% para 62%. Isso está atendendo a uma demanda não atendida por muitos funcionários.

CIO2503

E-book por:

A Gallup já afirma que mais da metade dos que trabalham em casa agora gostariam de fazê-lo o máximo possível depois que a crise acabar. O interessante é que mais da metade (52%) dos gerentes afirma que permitirá que eles o façam.

Isso é suportado pelos dados do IDG, que mostram que cerca de 71% dos líderes de TI agora têm uma visão mais positiva do trabalho remoto.

Rumo a um futuro remoto

As coisas estão mudando. Uma pesquisa da Glassdoor mostrou que 67% dos funcionários apoiariam a decisão de seu empregador de obrigar os funcionários a “trabalhar em casa indefinidamente” devido à Covid-19.

Enquanto a maioria dos trabalhadores não têm a opção, aqueles que têm aprendido muito nas últimas semanas (e investiram em equipamentos de escritório) … por que perder esse conhecimento recém-descoberto?

Os empregadores também estão aprendendo a permanecer produtivos em crises, protegendo os funcionários de algumas das consequências do trabalho remoto - a Orange Business Services, por exemplo, incentiva sua força de trabalho a usar suas ferramentas de mensagens para interação pessoal e profissional.

Houve muitos desafios

A velocidade com que a maioria das empresas teve que se virar para dar suporte ao trabalho remoto gerou muitos desafios.

Os funcionários tiveram que aprender a lidar com sua própria segurança, e as empresas precisaram descobrir como apoiá-las. Na pressa de fazê-lo, a necessidade de implantar soluções rapidamente pode significar compromissos que não podem ser sustentáveis.

Os sistemas usados pelos funcionários em casa também podem ter gerado desafios.

Embora isso seja muito menos problemático para dispositivos Mac ou iOS, algumas plataformas ainda podem estar executando versões antigas ou vulneráveis do software do sistema operacional, deixando os dados corporativos potencialmente expostos.

A maioria das operações remotas teve que se defender, e também a seus funcionários, contra o aumento nas tentativas de phishing e golpes relacionados à Covid-19. O último, é composto por uma falta de segurança da rede e do ponto base em alguns sistemas domésticos de funcionários. A OneLogin afirma que 50% dos trabalhadores remotos no Reino Unido não alteraram sua senha de Wi-Fi doméstica nos últimos dois anos.

A OneLogin também afirma que 10% dos trabalhadores remotos com quem falou disseram ter baixado um aplicativo de trabalho sem permissão. As empresas com investimentos existentes em gerenciamento de terminais ou sistemas MDM terão algumas vantagens aqui, pois grande parte do processo de backup de dados pode ser automatizada.

Gerenciar a resposta a esses problemas não é trivial. É provável que muitas empresas já tenham feito investimentos significativos nesse sentido.
Como tal, faz sentido adotar práticas de trabalho remotas mais no futuro, refinando e melhorando-as no futuro.

Pensando no retorno

Com o surto improvável de terminar por um tempo ainda (os funcionários do Google trabalharão em casa até 2021), o trabalho remoto chegou para ficar.

Isso pode ser uma coisa boa. O novo local de trabalho (em casa) pode eventualmente gerar aumentos de produtividade, em vez de comprometer: os funcionários respondem positivamente a ganhar controle em toda a sua cultura de trabalho.

Essa nova transição abre discussões sobre qual será o futuro do local de trabalho e cria uma oportunidade para considerar o futuro do varejo, transporte e outros setores. É também uma prova do poder que nossas tecnologias móveis já possuem. A transformação digital de tudo foi acelerada.

É improvável que voltemos.

Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15