Home > Tendências

Empresas que utilizam contratos inteligentes terão aumento na qualidade dos dados

Relatório do Gartner prevê redução na disponibilidade de dados, mas maior transparência, velocidade e tomada de decisão

Da Redação

03/02/2020 às 12h00

Foto: Shutterstock

Um novo relatório do Gartner prevê que as empresas que utilizam contratos inteligentes de blockchain aumentarão a qualidade geral dos dados em 50% até 2023. Apesar disso, a estimativa é de que a disponibilidade de dados seja reduzida em 30% durante o mesmo período.

Um contrato inteligente é um programa ou protocolo que geralmente é executado em uma blockchain que facilita, verifica ou executa processos de negócios acionados por eventos, transações na cadeia ou interações com outros contratos inteligentes. Segundo o Gartner, a adoção da solução aprimora a transparência, a velocidade e a tomada de decisão, já que a sua verificação contínua torna os dados mais precisos e confiáveis.

Embora as previsões indiquem a redução da disponibilidade de dados, as previsões afirmam que a mudança criará ROI de dados e análises positivos. Segundo o relatório, a qualidade dos dados será determinante para acelerar a inovação comercial e garantir o cumprimento dos requisitos regulatórios para reduzir os riscos operacionais e aumentar a eficiência.

De fato, a blockchain e a tecnologia de contrato inteligente ainda são imaturas, mas a implantação pelos líderes de D&A continua superando os líderes de TI, impactando positivamente o valor dos dados e a tomada de decisão analítica. Nesse cenário, os analistas do Gartner sugerem que os líderes de Data Analytics (D&A) testem os contratos inteligentes de blockchain e comecem a implantar a solução para automatizar processos simples, como a distribuição de dados não confidenciais.

CIO2503

E-book por:

Com base na pesquisa realizada, o Gartner forneceu as seguintes "premissas de planejamento estratégico" (previsões):

  • Até 2021, as organizações que fornecerem um catálogo de dados terão um ROI três vezes mais rápido com os seus investimentos em dados e análises;
  • Até 2022, 70% das organizações acompanharão rigorosamente os níveis de qualidade dos dados por meio de métricas, aumentando em 60% a qualidade dos dados para reduzir significativamente riscos e custos operacionais;
  • Até 2023, 30% das organizações excederão o ROI de dados e análises, controlando quantidades menores de dados, mas mais importantes para os seus objetivos estratégicos;
  • Até 2023, as organizações que utilizam contratos inteligentes de blockchain aumentarão a qualidade geral dos dados em 50%, mas reduzirão a disponibilidade das informações em 30%.

Tags
Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail