Home > Tendências

Em breve, 5G on-premise

Fornecedores como D-Link, Inseego, Netgear e Samsung estão preparando gateways 5G, roteadores e hotspots móveis

Da Redação, com Howard Wen (NetworkWorld/EUA)

11/02/2019 às 18h26

Foto: Shutterstock

Muita gente anda entusiasmada com a 5G, já que o padrão promete oferecer velocidades mais rápidas e latência mais baixa do que o 4G LTE e, assim, abrir muitos novos casos de uso para dados móveis - o que significará novas oportunidades de negócios.

Além disso, o 5G certamente terá uma capacidade muito maior em um espectro muito mais amplo, e a usará de maneira mais inteligente, atribuindo apenas os recursos necessários para cada aplicativo.

Entre os usos iniciais, espera-se que a 5G implemente automação como nunca antes na fabricação, criando fábricas inteligentes que tornarão os processos mais eficientes e cortarão custos.

E será possível para uma empresa praticamente possuir sua própria rede 5G privada, configurada com precisão de acordo com suas necessidades comerciais específicas.

Para as empresas, a 5G promete um local de trabalho digital mais rápido e mais orientado por dados. "As empresas estão procurando maneiras de trabalhar com mais eficiência ou de maneiras nunca antes possíveis", observou Alok Shah, vice-presidente de estratégia de redes da Samsung Electronics America. "Seja a manutenção preventiva aprimorada em uma fábrica ou a segurança de vídeo mais eficiente em um depósito, as empresas precisam de soluções que possam transportar grandes quantidades de dados para a nuvem e, então, entendam isso".

"Os fabricantes poderão implantar sensores em todas as suas fábricas e analisar rapidamente [dados] para melhorar a eficiência", explicou Shah. "As empresas de construção poderão controlar remotamente o equipamento de um centro de controle para melhorar a segurança do trabalhador". Todos os locais de trabalho poderão treinar funcionários com sistemas avançados de 4K RA (realidade artificial) e RV (realidade virtual), acrescentou.

Experiências de compra móvel enriquecidas com RA vão revolucionar o varejo, com clientes capazes de visualizar produtos em um ambiente local. Na loja, a RA permite que os compradores visualizem informações adicionais sobre um produto simplesmente apontando seus telefones para ele.

Os benefícios do 5G serão sutis e se espalharão por todas as atividades de negócios que um funcionário realiza em um dispositivo móvel conectado a uma rede de dados móveis, observou Chris Koeneman, vice-presidente sênior de soluções estratégicas do provedor de serviços de rede sem fio Mobi. "Qualquer aplicativo de negócios especializado que exija uma grande quantidade de largura de banda será significativamente beneficiado pelo 5G."

Porém, para usar esses serviços como uma opção de WAN, as empresas precisam de hardware que possa conectá-las às suas LANs, com e sem fio.

"É preciso implantar antenas MIMO e as dispor de tal maneira que causem mínima interferência", explicou Ezhirpavai. "Além disso, como [uma] rede macro 5G pode não penetrar facilmente em prédios, é preciso haver várias pequenas células para lidar com implantações no edifício".

Todos os adotantes 5G devem considerar a condição de sua infraestrutura de rede cabeada existente. "Eles precisam começar a garantir que suas LANs estejam prontas para todas essas novas tecnologias, implantando soluções de fibra com distribuição de energia em oposição ao que foi feito nas LANs até agora", disse Ed Fox, vice-presidente de serviços de rede e chefe de rede da MetTel. "Eles precisam começar a testar futuramente essa parte de suas redes hoje."

Apresentamos aqui fabricantes de dispositivos que são fornecendo equipamentos de rede para canalizar o 5G para a sua empresa.

Gateway D-Link 5G
A D-Link revelou seu DWR-2010 5G NR Enhanced Gateway em janeiro. O dispositivo aceita um cartão SIM para receber sinais 5G e 4G LTE de uma operadora e os encaminha para dispositivos conectados a ele por WiFi ou Ethernet. Tem AC2600 dual band WiFi  (que transmite até 800 Mbps e 1732 Mbps para cada banda) com MU-MIMO e 5 portas Ethernet.

Ele suporta a tecnologia WiFi Mesh da D-Link (que permite que ele seja conectado em rede com outros roteadores D-Link) e Voice over LTE para permitir que você faça chamadas de voz na rede LTE da sua operadora.

DWR-2010 está agendado para lançamento no segundo semestre de 2019. Muitos dispositivos D-Link são vendidos ao público em geral. Resta saber se isso será verdade com o DWR-2010. Por enquanto, a empresa lista seu preço como "variado", dependendo de qual operadora 5G irá fornecê-lo para seus clientes.

Hub HTC 5G
A HTC e a Sprint anunciaram em novembro que estão trabalhando juntas para desenvolver um "hub inteligente" móvel de 5G para suportar a rede 5G da operadora. (O lançamento da rede 5G da Sprint está previsto para o primeiro semestre deste ano.) O anúncio oficial revelou apenas que o dispositivo usará o chipset de modem Snapdragon x50 5G, da Qualcomm.

Mais detalhes surgiram em dezembro, quando um dispositivo de hub 5G desenvolvido pela HTC foi revelado para uso na rede 5G da operadora australiana Telstra. O HTC 5G Hub da Telstra tem uma tela do tamanho de um pequeno smartphone para mostrar informações de status para sinais 5G e WiFi e os dispositivos conectados a ele. Especula-se que a tela - maior que o normal para um hotspot - também pode ser usada para mostrar imagens e vídeos. Até o momento, não foi confirmado se o HTC 5G Hub é o mesmo dispositivo de hub inteligente que a Sprint venderá aos clientes para usar em sua rede 5G.

Dispositivos 5G da Huawei
Em fevereiro do ano passado, a Huawei anunciou aparelhos que rodariam seu próprio chipset 5G, o Balong 5G01. A empresa afirmou que seria a primeira a suportar as especificações finais do 5G sancionadas pela 3GPP, o grupo comercial que rege os padrões nesse segmento de mercado. A Huawei também revelou dois roteadores 5G: uma unidade grande que vem em modelos internos e externos, e uma unidade menor para uso interno. Na época, os maiores modelos 5G estavam sendo testados em uma grande operadora canadense, a Telus.

Mas a atual briga comercial entre os EUA e a China está impedindo a empresa chinesa de dar continuidade aos seus planos. O governo americano acusa a Huawei de permitir a espionagem através de seus dispositivos, talvez a pedido do governo chinês. Por isso, a Huawei foi proibida de fornecer seu equipamento para as primeiras redes 5G dos EUA. A Austrália e a Nova Zelândia também decidiram banir totalmente a Huawei da infraestrutura 5G de suas nações. E alguns países europeus seguem estudando a adoção de medidas semelhantes.

Mobile hotspot Inseego 5G
A Inseego tem dois roteadores 5G, ambos para a rede 5G da Verizon, lançada em outubro. O primeiro, o R1000 , é um cilindro branco que pega o sinal 5G das torres da Verizon e encaminha para os dispositivos conectados a ele. Suporta WiFi com tecnologia 4x4 MIMO e Voice over LTE, possui capacidade de alimentação Ethernet e pode ser executado com uma bateria que pode ser substituída.

O outro modelo da Inseego, o MiFi 5G NR, foi revelado em dezembro; a data de lançamento ainda não foi determinada. O MiFi 5G NR executa o novo processador Snapdragon 855, da Qualcomm e os chipsets de modem Snapdragon X50 5G e suporta o novo protocolo WiFi 6 (AKA 802.11 ax). Ele tem um display para mostrar o status da conexão e o uso de dados.

Mobile hotspot NetGear Nighthawk 5G
A Netgear afirma que o seu Nighthawk 5G Mobile Hotspot é o primeiro dispositivo de rede compatível com os padrões 5G. Com lançamento previsto para os EUA nesta primavera, o Nighthawk será para uso exclusivo na rede 5G da AT & T, que foi ativada em 12 cidades dos EUA em dezembro. O preço de tabela do Nighthawk é de US $ 500.

Ele roda o chipset Modem Snapdragon X50 5G da Qualcomm e inclui um monitor para mostrar estatísticas. A tela mostrará informações como a quantidade de dados do plano alocado com a AT & T que foram usados, os dias restantes antes de o plano ser redefinido, os dispositivos conectados a ele e a intensidade do sinal.

Essa é a extensão dos recursos do dispositivo que foram revelados até agora. É possível que o Nighthawk 5G inclua recursos semelhantes ao Roteador Móvel Hotspot Nighthawk LTE da Netgear, que também é para redes da AT & T. A versão LTE suporta a capacidade de ter até 20 dispositivos conectados ao hotspot através de Wi-Fi. Ele também oferece controles para pais que podem ser úteis em uma configuração de escritório, como a capacidade de bloquear tipos de conteúdo e sites.

Nokia mescla divisões móveis e de rede
Esta é uma empresa para prestar atenção, mesmo que não tenha anunciado nenhum dispositivo 5G para os consumidores finais. Nos últimos anos, a Nokia tem estado na vanguarda do desenvolvimento e teste de hardware 5G para redes de operadoras que incluem estações rádio base 5G em parceria com a Qualcomm. A T-Mobile comprou 3,5 bilhões de dólares em hardware Nokia 5G para construir sua rede 5G.

A Nokia formou uma Access Networks Division para expandir seus negócios ainda mais no mercado global de 5G. Internamente, a empresa fundiu suas divisões de negócios móveis e de rede para criar essa entidade única no início de 2019. É possível que, a partir desta divisão, a Nokia desenvolva e libere um roteador 5G ou outro dispositivo para clientes de carriers 5G dos EUA.

Roteadores 5G para ambientes internos e externos da Samsung
A Samsung trabalhou com a Verizon ao longo de 2018 para desenvolver uma configuração de rede 5G para uso comercial e doméstico. Em fevereiro passado, a empresa anunciou que sua unidade 5G FWA (acesso sem fio fixo) foi a primeira a obter aprovação da FCC.

Este dispositivo é uma antena dentro de uma caixa branca retangular com bordas e cantos arredondados. Ele deve ser instalado ao ar livre em suas instalações ou por perto para receber um sinal de 5G das torres da Verizon. Esta unidade então retransmite o sinal para um roteador 5G, ao qual seu computador ou outro dispositivo se conecta por meio de WiFi ou Ethernet.

A Samsung desenvolveu roteadores 5G separados para ambientes internos e externos. O modelo interno parece um roteador típico em forma de quadrado, apoiado verticalmente, que a Samsung especifica que seja posicionado em uma janela para receber melhor o sinal 5G sendo transmitido pelo 5G FWA. A versão ao ar livre se assemelha a um alto-falante.

Esses dispositivos foram fornecidos aos clientes do serviço 5G Home, da Verizon. A rede 5G da operadora foi lançada em outubro em Houston, Indianápolis, Los Angeles e Sacramento.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail