Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
Educação corporativa: como aumentar o engajamento dos colaboradores?
Home > Gestão

Educação corporativa: como aumentar o engajamento dos colaboradores?

Especialista recomenda diagnóstico educacional para empresas não perderem tempo e dinheiro investindo em estratégias de capacitação ineficientes

Da Redação

17/09/2019 às 15h03

Foto: Shutterstock

A adesão é baixa, muitos colaboradores nem iniciam o curso, outros começam e abandonam. No fim, se gasta duas vezes, primeiro pela ferramenta e depois pelo tempo que o colaborador perdeu de trabalho fazendo um treinamento sem conclusão. Se você se identificou com essa situação, saiba que não está sozinho. Ela já foi ouvida muitas vezes por Simone Carminatti, consultora educacional do DOT digital group, referência em EdTech. Para a especialista, a ineficiência de projetos de educação corporativa é resultado de falta de planejamento e, principalmente, da aplicação de um diagnóstico educacional.

“Diagnosticar é conhecer o cenário da empresa em profundidade a partir de pesquisas com o público-alvo, que podem ser enriquecidas com a análise de documentos já existentes e com o entendimento das percepções de gestores, influenciadores e outras pessoas que não o público-alvo", afirma Simone.

A especialista afirma que o chamado Diagnóstico Educacional entrega inteligência de dados para a empresa, resultando em investimentos mais eficientes. “Ele empodera a empresa ao dar subsídios para que ela tome decisões assertivas, vendo claramente em que e por que investir”, avalia.

O maior mérito de um diagnóstico é fazer com que a empresa não perca tempo e dinheiro investindo em estratégias de capacitação ineficientes. Simone conta o caso de um cliente que procurou o DOT decidido a comprar uma determinada solução de EAD. Após a aplicação do Diagnóstico Educacional, se concluiu que o mais adequado era a empresa contratar outra solução que, inclusive, era consideravelmente mais barata. “Esse cliente veio decidido baseado apenas em percepções superficiais e poderia ter feito uma contratação ineficiente para a sua real necessidade”, conta Simone.

Como deve ser feito um diagnóstico?

Segundo Simone, um Diagnóstico Educacional precisa responder a uma série de perguntas que precisam ser feitas sobre o público-alvo: qual é a sua forma de aprender, quais são suas preferências por formatos (vídeo, livros, jogos), quanto tempo você tem disponível para aprender?

As pesquisas vão mostrar muitas vezes que é preciso contratar diferentes soluções de acordo com o público para o qual elas se destinam. “Diagnóstico é investimento: a empresa ganha uma fotografia em tempo real para fazer seu projeto de educação corporativa entregar os melhores resultados possíveis”, conclui Simone.

 

Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15