Home > Gestão

Dia da Propriedade Intelectual: softwares não licenciados e seus riscos

Pesquisa global da BSA | The Software Alliance revela que 46% dos softwares instalados em computadores brasileiros não estão devidamente licenciados

Redação

26/04/2019 às 7h03

Foto: Shutterstock

No Dia Internacional da Propriedade Intelectual (26/4), a BSA | The Software Alliance alerta em pesquisa que 46% dos softwares instalados em computadores brasileiros não estão devidamente licenciados, o que representa US$ 1,7 bilhão.  A data tem o objetivo de sensibilizar o público, as empresas e o governo sobre a importância dos direitos de propriedade intelectual no desenvolvimento tecnológico e econômico.

“Quanto maior o índice de uso de software não licenciado, maior a chance de uma infecção por malware”, explica o country manager da BSA| The Software Alliance, Antonio Eduardo Mendes da Silva, conhecido como Pitanga. “Softwares originais têm upgrades contínuos, antivírus confiáveis e atualização automática que mantêm a empresa e seus dados seguros de ameaças digitais”, completa.

Conheça abaixo cinco curiosidades sobre os malwares:

  1. Com a criação de oito tipos de malware a cada segundo no mundo, as ameaças digitais se transformaram em um grande problema tanto para usuários domésticos quanto para empresas. Para estas, os prejuízos globais podem chegar a US$ 359 bilhões por ano.
  2. Malware é a abreviação de “Malicious Software”. Trata-se de uma ameaça digital instalada sem consentimento, escondida em links, mensagens de e-mail ou programas oferecidos “sem custos”.
  3. Ao usar softwares sem licença, malwares podem se instalar no computador e roubar senhas e keyloggers, mascarar aplicativos bancários, redirecionar o navegador para sites maliciosos e permitir que hackers acessem o sistema.
  4. Uma em cada três empresas no mundo fica exposta a ameaças quando obtém ou instala programas ou pacotes de softwares irregulares.
  5. Empresas ao redor do mundo demoram até 243 dias para detectar um ataque e outros 50 para resolvê-lo. Dados globais indicam que os custos por cada computador infectado podem chegar a US$ 10 mil.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail