Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
Covid-19 pressiona digitalização e inaugura nova era da tecnologia
Home > Tendências

Covid-19 pressiona digitalização e inaugura nova era da tecnologia

Em apenas alguns meses, a tecnologia transformou empresas em todo o mundo. Caminho para recuperação, sem dúvida, será impulsionado por ela

Sue Weston, CIO (EUA)

11/05/2020 às 8h00

Foto: Shutterstock

Eu ouvi uma conversa que começou com "quando a vida voltar ao normal…" e me perguntei, por quê? Revertendo o tempo, voltando aos bons velhos tempos, esqueceríamos os avanços surpreendentes que fizemos? A crise da Covid-19 mudou nossa maneira de pensar, forçando-nos a focar na sobrevivência e nas soluções. Em vez de se tornar vítima da histeria em massa, as pessoas normais, não os super-heróis, estão intensificando, arriscando e criando ordem a partir do caos.

A pandemia removeu obstáculos que há muito prendiam as empresas à maneira tradicional de fazer negócios. No passado, devido ao medo de mudanças, os avanços tecnológicos ultrapassavam a adoção dos negócios. No entanto, nos últimos meses, as empresas mudaram rapidamente (sem temer as consequências) e os resultados foram extremamente positivos. As políticas de isolamento social resultaram em comunidades virtuais vibrantes, com metas mensuráveis e focadas em resultados. Muitas empresas tornaram-se virtuais em dias sem perder um produto ou desapontar um cliente. O futuro da tecnologia é empolgante, com maior demanda por inovação e gerentes dispostos a mudar.

Esta pode ser a era de ouro da tecnologia

Os trabalhos de tecnologia estão em uma trajetória de alto crescimento. Em 2019, o Bureau of Labor Statistics previu que, em 2020, veríamos um crescimento de 12% em empregos com tecnologia com alto salário e potencial de crescimento. Desde o surgimento da Covid-19, a demanda por empregos em tecnologia está aumentando a uma taxa mais rápida do que em 2019. Isso sugere que as empresas estão prontas, dispostas e capazes de utilizar tecnologia, colaboração, automação e Inteligência Artificial (IA).

O impulso da tecnologia é uma indicação de melhores resultados.

Produtividade

Uma força de trabalho virtual aumenta o pool de talentos disponíveis e alimenta a economia. Isso ocorre porque as empresas podem contratar por projeto, enquanto os funcionários mantêm a flexibilidade, tornando a tecnologia uma indústria caseira. Algumas empresas estão discutindo a adoção de uma semana de trabalho de quatro dias porque os funcionários que trabalham em casa estão trabalhando mais horas e produzindo resultados.

CIO2503

E-book por:

Inclusão e comunidade

Ao reescrever as regras do engajamento para evitar o isolamento, as empresas criaram comunidades virtuais vibrantes. Algumas equipes têm coffee-breaks virtuais, happy hours e sessões agendadas de meditação ou exercício. Eles estão usando ferramentas de colaboração para gerar ideias de maneira eficaz. Anteriormente, a formação da ideia era associada a conversas aleatórias "do bebedouro", uma condição que poderia levar à exclusão. Em uma força de trabalho virtual, a colaboração pode se tornar mais inclusiva e objetiva. Dessa forma, a tecnologia se torna um equalizador, medindo os resultados sem considerar a idade, sexo ou etnia

A pandemia acelerou o tempo de colocação no mercado. Isso é especialmente visível em serviços de telessaúde e consultas médicas virtuais. O distanciamento social criou a necessidade de realidade virtual para fornecer informações sob demanda e robótica/drones para lidar com entregas. Os tecnólogos que podem pensar de maneira inovadora estarão inventando aplicativos para manter os negócios viáveis.

Como mudarão os trabalhos de tecnologia do futuro?

Permaneça virtual. Desde que as empresas investiram nas ferramentas de infraestrutura, segurança e colaboração estão produzindo resultados. O virtual está aqui para ficar.

Carreiras diferenciadas entre gerentes e tecnólogos. Profissionais que gostam de trabalho independente demonstraram suas habilidades para produzir resultados. E eles podem não ser os mesmos trabalhadores que preferem gerenciar.

O crescimento do trabalho técnico, como computação em nuvem e cibersegurança, permite que as empresas se beneficiem de funcionários com habilidades necessárias e onde uma graduação formal pode não ser necessária.

Concentre-se em adequar a tecnologia existente às necessidades da empresa. Enquanto as ocupações mudam lentamente, as tarefas podem ser reorganizadas rapidamente. Os tecnólogos podem redesenhar rapidamente os processos de negócios para melhorar as interações e o fluxo de trabalho dos clientes.

Abra espaço para os bots executarem tarefas repetitivas que anteriormente exigiam processamento de informações.

Além da mudança de emprego, estamos começando a ver pequenas mudanças na força de trabalho, com a mídia mudando a percepção da tecnologia.

A sociedade ficou viciada em análises

Pessoas que antes tinham pouco apetite por matemática, consomem projeções, entendem a curva e falam números que se tornaram o elemento principal das notícias.

Cientistas e pesquisadores estão fazendo manchetes

Cientistas e analistas de dados concentram esforços para monitorar a pandemia e estão criando uma imagem de tecnólogos que não são geeks e nerds trabalhando em segundo plano; eles são homens e mulheres de todas as origens lutando juntos para encontrar uma cura. Nossa percepção de quem pode ser um tecnólogo está mudando e se tornando mais inclusiva.

Em apenas alguns meses, a tecnologia transformou os negócios, otimizando as operações e criando maneiras de se conectar virtualmente. As empresas estão reconhecendo a vantagem do trabalho remoto - o desempenho está aumentando, criando clientes e funcionários felizes. As empresas planejam seu caminho para a recuperação com tecnologia. À medida que as pessoas entram novamente na força de trabalho, podemos observar um aumento no empreendedorismo, nos trabalhadores da gig economy e nos tecnólogos.

Mas não importa o que aconteça a seguir, a mentalidade digital persistirá. Bem-vindo à nova era da tecnologia!

Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15