Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
Como sediar eventos virtuais para desenvolvedores em tempos de covid-19?
Home > Tendências

Como sediar eventos virtuais para desenvolvedores em tempos de covid-19?

Eventos virtuais podem ser, inclusive, melhores para desenvolvedores e profissionais de TI do que a coisa real - se pensados de forma correta

Andrew C. Oliver, Infoworld (EUA)

13/05/2020 às 16h00

Foto: Shutterstock

E se você organizasse um evento para desenvolvedores de software e ninguém aparecesse? Se você está ligado à área de tecnologia, esse não é o seu pesadelo, é a sua realidade.

Desenvolvedores de todo o mundo estão escondidos em seus abrigos com o brilho azul frio de monitores de LED refletindo em seus rostos. Eles não vão a reuniões ou encontros e certamente não estarão entrando em aviões para ir a conferências em um futuro próximo.

Então, como os eventos se tornam virtuais?  Perguntei a uma organizadora de eventos para esses profissionais, Jessica West, da Launch Darkly , sobre o que está acontecendo com as conferências para desenvolvedores em um mundo em que ninguém aparece fisicamente.

Por que os eventos são importantes?

Conheço muitos desenvolvedores que nunca foram a um encontro, muito menos a uma conferência.  Eu também conheço muitos desenvolvedores que até recentemente pareciam morar em um avião e ir a todos os eventos.  Então, uma das perguntas que fiz foi por que os eventos são importantes? Por que um desenvolvedor deve se importar?

CIO2503

E-book por:

Segundo West, os eventos são importantes porque permitem que as pessoas se conectem com a comunidade. Se você é um novo desenvolvedor, pode conversar com outros iniciando carreira. Ou se você é experiente e está aprendendo algo novo, pode conhecer outros desenvolvedores que já estiveram lá e fizeram isso. Para qualquer uma da área que esteja procurando emprego ou tentando subir de nível na carreira, os eventos são uma oportunidade de aprender com os outros por meio de networking e palestras.

Quem vai aos eventos dos desenvolvedores?

"Vemos uma grande variedade de pessoas que vão a esses eventos, mas isso também depende da região e do escopo do evento, seja um evento de 200 pessoas ou um evento de 20.000 pessoas", disse West. "Acho que você vê pessoas muito diferentes no Re: Invent (evento da AWS), por exemplo, em comparação a um evento conduzido pela comunidade, como o que temos na Trajectory , nossa conferência de usuários do LaunchDarkly." 

“O Trajectory é muito focado no que estamos lançando como empresa, em um produto. A Re: Invent é uma plataforma enorme. Está trazendo pessoas de todo o mundo. É um evento de uma semana, então temos aqueles em extremos opostos dos espectros ”, de acordo com West.

Nos eventos menores, há mais desenvolvedores tentando aprender algo totalmente novo ou inovador para o setor. Eles procuram redes e mentores, além de conhecimento. Esses eventos colocam as pessoas no mesmo espaço e permitem que elas se conectem a uma determinada comunidade de tecnologia, como aqueles que usam JavaScript.

Em eventos maiores, como re: Invent, você tem mais lançamentos de produtos e, geralmente, pessoas mais altas na hierarquia das organizações, porque as despesas de viagem impõem seletividade. Além de vendedores e defensores dos desenvolvedores, os próprios participam de eventos maiores para descobrir o que está acontecendo no setor. 

Quais são os melhores eventos de desenvolvedor para participar

West recomenda eventos focados em linguagens, especialmente os da sua região. Para JavaScript, isso inclui eventos como JSCon, DinosaurJS ou CascadiaJS.  Ela afirma que é uma questão de qual comunidade você deseja fazer parte.  É uma questão do que você quer aprender e com quem deseja se conectar.

Quais ferramentas os eventos virtuais estão usando?

Desde março diversos eventos têm sido cancelados. Isso começou antes de decisões de governos, mas em muitos lugares já existem leis que proíbem.  Algumas conferências, como o Google I/O, foram totalmente canceladas. 

Mas existem organizações que estão fazendo coisas diferentes. Algumas estão começando com as ferramentas básicas: 

  • Use zoom para videoconferência e use recursos como " salas de reunião ". 
  • Twitch para sessões de codificação com transmissão ao vivo. Um dos meus colegas de trabalho é muito relevante neste campo, mas eu uso palavrões demais ao codificar. Cada fluxo seria patrocinado pelas letras D, F e S. 
  • YouTube para publicar o evento posteriormente ou, em alguns casos, no lugar de uma apresentação ao vivo. 
  • Slack and Discord para bate-papo interativo e socialização. 

Existem até algumas empresas que realizam eventos em um mundo virtual, onde você cria um personagem, entra na sala e se senta ou visita a sala do patrocinador e até encontra um deles.  Existem várias maneiras de fazer isso, incluindo: 

  • AltspaceVR - Uma empresa de propriedade da Microsoft que foi usada recentemente para hospedar o Educators In VR. 
  • Espacial - Uma empresa independente usada pela Mattel e Ford para colaboração. 

Como um evento virtual é melhor que um webinar ou YouTube? 

Essa é realmente a questão a ser resolvida. Muitas pessoas estão usando sessões de grupo e servidores Discord para fornecer essa interatividade. Você usa salas de reunião com o Zoom para permitir que as pessoas tenham bate-papos.  No entanto, é difícil recriar o bate-papo espontâneo no corredor que se pode ter em uma conferência.  Simplesmente não há nada que possa substituir o contato humano.

Até os palestrantes costumam achar um público que não conseguem ver perturbador.  Este autor que aqui escreve, pessoalmente, acha isso um pouco desgastante. Você não pode avaliar as reações da plateia.  Incorporando alguma interatividade com ferramentas como o Kahoot! ou um moderador para terminar com perguntas pode ser útil tanto para o público quanto para o orador.

Do ponto de vista do público, um bom evento virtual possibilita uma sessão de perguntas e respostas, uma chance de encontrar o palestrante on-line posteriormente e fazer perguntas de acompanhamento. Para muitos participantes, a segurança também é importante.

As conferências são conhecidas por ter moderação. As particularmente maiores, especialmente aquelas com pouco controle no comparecimento, podem atrair haters ou apenas mau comportamento. West recomenda um código de conduta claro e pessoas para fiscalizar e aplicá-lo. 

Para os participantes, o conteúdo também precisa ser digerível. As pessoas podem estar dispostas a participar de uma conferência de oito a dez horas.  Mas provavelmente não estão dispostos a assistir vídeos pelo mesmo período de tempo. Considere o seu layout e talvez realize vários eventos menores ao longo do ano. 

Por fim, os organizadores devem garantir que palestrantes tenham todo o equipamento de áudio e vídeo necessário, como microfones, câmeras e telas verdes. 

Como os patrocinadores se encaixam em eventos virtuais? 

Na maioria das conferências virtuais, não haverá salão ou local de exibição. Patrocínio é algo que precisa ser repensado. Os patrocinadores ainda querem se conectar às comunidades, mas é fundamental encontrar maneiras de deixá-los fazer isso sem que incomode os participantes. 

A maioria das pessoas não se importa com um breve agradecimento ou menção no início de uma palestra (assumindo que não seja um concorrente direto do empregador do orador).  A inclusão de ofertas é uma ótima maneira de avaliar o interesse e permitir que um fornecedor obtenha sua "verificação de crachá virtual".  Por fim, menções importantes a páginas de entrada, inscrição e outras páginas administrativas são um bom trunfo para o reconhecimento da marca. 

No entanto, as conferências virtuais não custam muito, e os patrocinadores provavelmente não esperam pagar tanto. 

A vantagem de se tornar virtual 

West observou que uma das vantagens de se tornar virtual é que ela está vendo muito mais conteúdo de pessoas que podem estar saindo para dar palestras. "Eu acho que é realmente ótimo ver conteúdo rico como esse sendo lançado", disse ela.  

Eventos virtuais também são uma oportunidade para aprimorar seu jogo de conteúdo em vídeo.  Trabalhei para muitos fornecedores que lançaram o vídeo da conferência no YouTube depois, e é quase indecifrável.  Se você pensar em "isso está indo para a web" e tentar tornar o conteúdo atraente para esse público, seu conteúdo poderá continuar atraindo um público muito depois do término do evento. 

Comece agora se ainda não começou 

Francamente, se você trabalha com vendas e não pensa nisso, está atrasado para o jogo.  Provavelmente não haverá uma vacina até o próximo ano - se tudo correr bem.  Mesmo após a crise, as coisas estão mudando rapidamente na sociedade, na economia e nos negócios.  Esse tipo de engajamento provavelmente não é algo que você está fazendo neste ano.  Descubra como você pode proporcionar uma conferência virtual com conteúdo atraente, engajamento e oportunidades de conexão, e sua conferência virtual pode até ser melhor do que se fosse presencial.

Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15