Home > Mariana Segala

Cloud domina 75% dos investimentos em CRM

Em países como o Brasil, onde reduzir custos e aumentar a produtividade têm sido necessidades recorrentes das empresas, adoção de SaaS é prioridade

Redação

21/05/2019 às 20h12

Foto: Shutterstock

Considerada uma das tendências de maior impacto no mercado de tecnologia, a migração para a computação em nuvem chegou com força à gestão de relacionamento com clientes. Globalmente, cerca de US$ 42 bilhões serão investidos pelas empresas em plataformas de CRM (sigla para gestão de relacionamento com clientes) hospedadas na nuvem, operando no modelo de software como serviço (SaaS). Isso representa aproximadamente 75% de todo o gasto com CRM previsto para este ano, segundo estimativas da consultoria Gartner.

Em países como o Brasil, onde reduzir custos e aumentar a produtividade têm sido necessidades recorrentes das empresas, a adoção de plataformas SaaS é uma via prioritária. “Com custo acessível, sistemas em nuvem agilizam a comunicação entre os usuários e permitem que a atualização de dados esteja disponível para todos em tempo real”, diz Gustavo Paulillo, CEO do Agendor, plataforma SaaS de gestão comercial e CRM.

Em sistemas como o Agendor, as empresas podem centraliza os dados dos clientes. Por estarem hospedados na nuvem, esses softwares permitem que vendedores e gestores comerciais acessem informações sobre as negociações em andamento a qualquer momento e de qualquer lugar - seja no computador, seja pelo celular.

Plataformas de vendas

Dentre os vários tipos de sistemas de gestão de relacionamento com clientes, os focados em vendas estão migrando mais rapidamente para a nuvem do que os voltados para marketing e suporte ao cliente. Segundo o Gartner, 84% dos investimentos das empresas em CRMs de vendas neste ano serão destinados a plataformas SaaS como o Agendor.

“Prospecção de clientes e vendas são atividades que envolvem várias áreas das empresas e muitos funcionários”, explica Paulillo. “Para conseguirem avançar, os vendedores precisam ter acesso rápido ao histórico de cada negociação. Quantas ligações foram realizadas para o cliente, quantas reuniões foram marcadas e quando as propostas comerciais foram enviadas são informações que podem ser compartilhadas com facilidade em um CRM na nuvem”.

Outra vantagem das plataformas SaaS é a segurança das informações. Um sistema de CRM local, instalado nos servidores da própria empresa, demanda manutenção e está sujeito a perda de dados por conta de eventuais problemas técnicos. Já um CRM hospedado na nuvem utiliza a infraestrutura de gigantes da tecnologia, como Google e Amazon, considerados confiáveis. As empresas usuárias, portanto, ficam livres da preocupação quanto à preservação das informações registradas no sistema.

O segmento de CRM se tornou o maior mercado de software do mundo em 2017, movimentando US$ 39,5 bilhões no ano - e superando o de sistemas de gerenciamento de banco de dados (DBMSs), até então primeiro colocado. Com a demanda aquecida pelo serviço, a expectativa do Agendor é dobrar de tamanho, alcançando cerca de 6.000 empresas pagantes até o fim de 2019.

O foco de crescimento está nas empresas que realizam vendas consultivas - como são chamadas as negociações mais complexas que, por esse motivo, tomam mais tempo e exigem acompanhamento maior dos vendedores. É o caso, por exemplo, de indústrias e fábricas, distribuidoras e revendedoras, companhias de software e tecnologia, corretoras de seguros, consultorias, entre outros.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail