Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
Cisco atualiza portfólio de rede baseada em intenção para entregar automação mais inteligente
Home > Tendências

Cisco atualiza portfólio de rede baseada em intenção para entregar automação mais inteligente

Cisco DNA Spaces também ganhou atualizações para oferecer informações às empresas que buscam manter espaços físicos seguros em meio à pandemia

Da Redação

19/06/2020 às 19h12

Foto: Shutterstock

A Cisco anunciou nesta semana durante o Cisco Live! novas soluções de rede baseada em intenção para ajudar a otimizar as operações de redes empresariais. As inovações, afirma a Cisco, buscam simplificar a automação, além de fornecer insights de TI e de negócios, permitindo mais agilidade às equipes de TI, liberando-as para assumir funções mais estratégicas.

“No mundo atual em constante mudança, é crucial que a rede da empresa esteja em sintonia com suas metas estratégicas, seja dando suporte e protegendo a força de trabalho remota, acelerando a expansão para a nuvem ou impulsionando a transformação dos negócios”, afirma Scott Harrell, vice-presidente sênior e gerente geral da divisão Intent-based Networking da Cisco. “Com este anúncio, a Cisco está ajudando a TI a implementar rapidamente capacidades avançadas de rede e segurança ao simplificar e automatizar a segmentação e a segurança baseada na nuvem em larga escala”, complementa.

As atualizações da Cisco em automação incluem inovações no Cisco SD-WAN. Agora, ele passa a oferecer segurança nativa da nuvem por meio da integração com o Cisco Umbrella, a fim de fornecer às empresas uma proteção maior contra os principais ataques cibernéticos a partir de acessos à SaaS e à internet.

De acordo com a Cisco, o Cisco SD-WAN unificado com o Cisco Umbrella tem rápida implementação e é fácil de usar, ao mesmo tempo em que propicia uma experiência de usuário otimizada e maior segurança. Outras inovações no SD-WAN incluem suporte à multicast, voz integrada e comunicações unificadas.

CIO2503

E-book por:

Outra nova adição está no Cisco User-Defined Networks. Com a atualização, a equipe de TI pode dar aos usuários finais o controle sobre sua própria rede sem fio por meio do Cisco DNA Center. "Os usuários finais conseguem conectar seus dispositivos com segurança e também controlar quais dispositivos podem ser conectados a sua “partição” pessoal de rede utilizando o app User Defined Network", explica a Cisco.

A Cisco também está expandindo os insights para dispositivos que antes não eram monitorados. A segmentação de rede – o ato de dividir a rede em partes menores para melhorar o desempenho e a segurança – costuma ser uma tarefa difícil, especialmente em ambientes com um ecossistema crescente e diversificado de dispositivos de IoT.

A nova solução AI Endpoint Analytics identificará dispositivos antes desconhecidos em larga escala e, então, usará várias fontes contextuais e inteligência artificial para agrupá-los logicamente. "Com essas informações, a TI pode criar uma base para políticas automatizadas e escaláveis", explica a companhia.

IoT para prevenir contágio da covid-19

A Cisco também anunciou que a plataforma de serviços de localização interna da Cisco, Cisco DNA Spaces, está ganhando novas capacidades para ampliar a visibilidade e fornecer informações às empresas que buscam manter espaços físicos seguros.

O Cisco DNA Spaces for Return to Business cobre ferramentas de análise histórica e em tempo real, criadas para ajudar as empresas a monitorar os espaços de trabalho a fim de cumprir as diretrizes de distanciamento social. Segundo a Cisco, os clientes podem usar apps integrados para monitorar, em tempo real, a densidade de pessoas nos prédios e analisar como eles estão sendo utilizados.

A plataforma apresenta o primeiro recurso de IoT-as-a-Service indoor do mercado, com access points de WiFi-6 para ajudar os clientes a implementar, com rapidez e eficiência em termos de custos, aplicações internas de IoT em larga escala. O Cisco DNA Spaces simplifica a ativação, a configuração e o gerenciamento de um grande número de dispositivos de IoT, incluindo suporte para dispositivos conectados por Bluetooth (BLE).

"Graças ao vasto ecossistema de parceiros da Cisco, o Cisco DNA Spaces permite rastreamento de ativos, monitoramento do ambiente para proteção do pessoal, utilização do espaço, localização de salas e outros casos de uso nos setores de saúde, escritórios, varejo, educação, indústria e hospitalidade", explica a companhia.

As inovações no Cisco DNA Center e no Cisco DNA Spaces anunciadas agora serão disponibilizadas na metade do ano de 2020. As inovações no Cisco SD-WAN já estão disponíveis.

Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15