Home > Carreira

CIO do Bradesco integra lista de maiores líderes na aplicação de IA

Walkiria Marchetti foi responsável pela supervisão do desenvolvimento da BIA, assistente virtual do banco

Da Redação

03/07/2019 às 11h00

Foto: Divulgação Bradesco

A IBM divulgou a lista anual de mulheres líderes e pioneiras na aplicação de inteligência artificial aos negócios. Foram selecionadas 40 executivas de 15 países - e entre elas está uma brasileira.

Walkiria Marchetti, CIO do Bradesco, foi responsável pela supervisão do desenvolvimento da BIA, assistente virtual do banco. Inicialmente, a solução tinha como objetivo ser um sistema de perguntas e respostas para colaboradores da companhia, mas hoje a BIA é responsável por tirar dúvidas de consumidores sobre diferentes produtos bancários, tornando o Bradesco o primeiro banco brasileiro a implementar IA no setor de atendimento ao cliente.

O projeto de desenvolvimento da BIA teve início em 2015, quando a IBM estabeleceu contato com o Bradesco com uma proposta comercial de uso do Watson (plataforma de IA da gigante da tecnologia). "Sabíamos que esse era o momento apropriado para entrarmos em cena com essa tecnologia promissora. Agora, o Watson é o mecanismo de inteligência artificial por trás da nossa assistente virtual. Em março de 2019, a BIA ultrapassou as 100 milhões de interações", comemorou Marchetti.

Homenageada em evento no IBM Watson Experience Center, em Nova York, a CIO do Bradesco afirmou que a capacidade da tecnologia foi surpreendente. O sistema de inteligência artificial foi capaz de aprender a língua portuguesa, incluindo gírias, regionalismos, abreviações, prolixidade e até linguagem vulgar.

Para dar conta de tantas variáveis, Marchetti explicou que foi necessário empenho constante de uma equipe especializada. "A inteligência artificial só é possível com a sabedoria humana. [...] Idealmente, trabalhar com inteligência artificial requer o conhecimento técnico de um cientista de dados, a perspicácia de um professor e a capacidade de comunicação de informações altamente técnicas de um tradutor."

Ainda sobre o assunto, a executiva falou sobre a escassez de mão de obra qualificada em IA. Nesse cenário, torna-se fundamental o investimento em treinamentos e aquisição de novas habilidades. "Sabemos que há uma demanda crescente no mercado por profissionais com esse tipo de experiência, por isso tratamos muito bem nossos colaboradores”, finalizou.

 

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail