Home > Gestão

Seu fornecedor foi comprado? Cinco dicas

Especialistas indicam os melhores caminhos para reduzir o impacto da aquisição de seu prestador de serviços

CIO (EUA)

13/05/2008 às 18h57

fusao_int.jpg
Foto:

A HP acaba de anunciar a compra da EDS e, de acordo com os analistas, mais fusões estão por vir no mercado de serviços terceirizados. Dadas essas expectativas, é bom os clientes estarem preparados. Abaixo, algumas dicas sobre o que fazer quando seu prestador de serviços de outsourcing for vendido.

1. Fique de olho nos níveis de serviço e na entrega
A finalização da transação significa mudanças no serviço de entrega das companhias. O pessoal de entrega e de contabilidade por mudar e o conhecimento sobre cada cliente pode ir com eles. Isto pode levar a problemas de entrega.
Os clientes de terceirização devem certificar-se de que tem bons acordos de nível de serviço (SLA), que incluam penas por serviços não entregues. Também tenha certeza de que seu contrato lhe dá o direito de cancelamento se for interessante para você.

2. Preste atenção em possíveis mudanças no porte do fornecedor
Isto acontece geralmente quando um fornecedor pequeno é adquirido por uma gigante. Até então, você podia ser um grande cliente na companhia original, mas depois da compra tornou-se um cliente de pequeno porte. Isto pode não atrapalhar os SLAs, mas é provável que se traduza em menos atenção por parte do fornecedor, o que pode resultar em problemas de relacionamento entre as partes.

3. Pense no longo prazo
Não há necessidade de se preocupar com o período logo antes ou logo depois da fusão. A última coisa que um fornecedor vai fazer é cortar um modelo de negócio existente que vem trazendo receita.
No longo prazo, entretanto, a história muda. Descubra o quanto antes se o serviço que você usa se encaixa no modelo de negócio da nova companhia. Se não for uma área crítica para o sucesso na nova organização, comece a se preocupar. Talvez seja o momento de começar a pensar em outros fornecedores.

4. Use o contrato como arma
Uma bom contrato com uma cláusula a respeito da mudança de controle no fornecedor pode dar ao cliente uma boa vantagem em relação ao novo fornecedor.
Os clientes podem usá-la para negociar garantias de continuidade e expansão dos níveis de serviços. Além disso, a aquisição pode tornar-se uma boa oportunidade para uma revisão completa do contrato.


5. Analise o novo cenário

Não pense apenas nas questões mais óbvias, como se você vai manter ou não seu gerente de conta ou se a nova companhia vai dar continuidade ao serviço que você utiliza. Procure outros potenciais problemas que possam ser gerados pela transação.
Um consultor relembra o caso de um de seus clientes que, ao ter o provedor de serviços adquirido por outra empresa, viu-se tornar-se um concorrente do fornecedor. “Eles tiveram de envolver advogados e a coisa ficou feia”, conta.
Na verdade, é raro um cliente de outsourcing que tenha simplesmente encerrado o contrato devido à fusão de seu fornecedor. Os custos, os riscos em relação aos níveis de serviço e a mudança envolvida na transição entre fornecedores geralmente parecem altos demais. O melhor plano é manter-se envolvido durante o processo de aquisição.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail