Home > Carreira

Cinco dicas de como avaliar um possível empregador

Veja algumas dicas de como não fazer do possível novo emprego um encontro corporativo às escuras

Flávia Yuri, COMPUTERWORLD

04/04/2008 às 16h03

Foto:

Um processo de seleção é como uma campanha de marketing, em que você é o produto ao mesmo tempo em que é o agente da campanha. Alguns candidatos ficam tão focados em vender a si mesmos que se esquecem de checar se a empresa em que estão tentando ingressar corresponde às próprias expectativas de emprego.

Aceitar um emprego numa empresa sem conhecer minimamente seu perfil pode trazer inúmeras surpresas desagradáveis, acima de tudo para o candidato. Toni Bowers, consultor americano especialista em carreira da TechRepublic, dá cinco dicas para evitar que o novo emprego se transforme numa espécie de encontro às escuras corporativo.

1-Site corporativo: é a lição de casa mínima necessária. Se você já entrou no site para se preparar para a entrevista, o enfoque, depois disso, é procurar por informações que demonstrem a saúde financeira da corporação e políticas de RH.

2-Direto da fonte: a primeira fonte de informações para descobrir como a empresa é no dia-a-dia é conversar com funcionários ou ex-funcionários. Mas, atenção, esse levantamento tem validade somente se for possível colher informações com mais de uma fonte. Isso para não correr o risco de ser contaminado por aspectos negativos pessoais da relação da sua fonte com a empresa.

++++

3-Imprensa: Procure nos principais veículos informações sobre a empresa para saber a imagem que a companhia tem no mercado. É a oportunidade de descobrir notícias sobre suspeita de fraude contábil até rumores de compra ou venda do grupo controlador.

4-Você é o entrevistador: Antes de topar o emprego, faça você a entrevista de seleção com a empresa. Já munido de informações sobre a companhia, é hora de se certificar sobre a área que você vai atuar e principalmente sobre as suas funções. Se a descrição do seu cargo não for muito clara, peça esclarecimentos. Só dessa forma, você será capaz de tentar dimensionar quais serão as responsabilidades cobradas de você e o quanto elas valem.

5-Investigue seu chefe: Para algumas funções, não há boa empresa que consiga minimizar o impacto de ter um chefe ruim no dia-a-dia do seu trabalho. Por isso, se possível, tente descobrir informações sobre o seu chefe direto com o mercado ou mesmo com fontes de dentro da companhia.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail