Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
Cientista de dados é o profissional mais requisitado pelas organizações do Grande ABC
Home > Carreira

Cientista de dados é o profissional mais requisitado pelas organizações do Grande ABC

Estudo mostra quais são os principais profissionais demandados pelas organizações da região que estão no processo de transformação digital

carla

24/07/2020 às 10h34

Foto:

Pesquisa sobre a transformação digital em empresas da região do Grande ABC mostra que as organizações demandam profissionais especialistas em áreas tecnológicas. Dentre os profissionais mais requisitados estão os cientistas de dados, desenvolvedores de softwares e programadores. O aumento da demanda desses profissionais é reforçado pelo crescimento da necessidade e o interesse das empresas na transformação digital que, segundo relatório da Coalizão Digital SP ABC (CDSP ABC), tem potencial de acrescentar US$1,5 bi ao PIB do Grande ABC.

O “Mapeamento de Demandas por Profissionais de TIC”, da CDSP ABC, buscou compreender o grau de engajamento do empresariado com a transformação digital em curso. Com essa proposta, identificou que a maioria dos entrevistados entende a transformação digital como mudança, melhoria e novos modelos de negócios (56%) e 44% ainda entendem como a automatização e/ou digitalização de processos. Este último grupo, de acordo com o relatório, sugere uma falta de compreensão sobre o processo de transformações do mercado e tende a sofrer mais duramente os impactos de uma crise, como a atual.

Essa perspectiva também interfere sobre a demanda dos profissionais.

Profissionais demandados

Outra perspectiva do estudo, que contou com 214 respondentes de empresas, na maioria, de pequeno e médio porte, era compreender quais os profissionais mais críticos neste processo. O cientista de dados está no topo da lista de profissionais demandados pelas empresas entrevistadas. Isso demonstra, de acordo com o relatório, que as empresas pretendem, em determinado momento, utilizar tecnologias que promovam o principal eixo da transformação digital - a economia baseada em dados.

Desenvolvedores de softwares e programadores vêm em segundo e terceiro lugar, respectivamente, seguidos pelos demais profissionais já demandados às atividades básicas de TI.

CIO2503

E-book por:

O relatório aponta que as empresas estão preocupadas com a segurança de dados, profissão que ficou em sexto lugar no ranking. Em um cenário de volume crescente de transações comerciais, movimentações financeiras, consultas médicas e serviços públicos on-line, este profissional é fundamental para transformar a Internet em um ambiente seguro, confiável, propício aos serviços e ao consumo, com respeito aos direitos dos cidadãos.

Por outro lado, o estudo aponta para o fato de que os profissionais aptos a implementar a metodologia agile estão, somente, em oitavo lugar no ranking. Isso denota que as empresas pesquisadas estão focadas na tecnologia e não nas pessoas.

“Para que o Brasil possa tirar pleno proveito da revolução digital, colhendo todos os benefícios que a sociedade da informação e do conhecimento tem a oferecer, a economia nacional deve se transformar, com dinamismo, competitividade e inclusão, absorvendo a digitalização em seus processos, valores e conhecimento”, destaca Roberto Ribeiro da Cruz, curador da CDSP ABC, Fundador e Presidente do Conselho Administrativo da Pixeon.

A maioria das empresas (63%) busca por profissionais de nível sênior e pleno, e apenas 16% consideram contratar os profissionais das entidades educacionais da sua região. Segundo o estudo, isso gera um descasamento de demanda versus recursos profissionais. Este cenário se potencializa e tende a gerar uma inflação salarial em um mundo pós-Covid-19, onde não existem mais barreiras físicas do trabalho, principalmente para os profissionais de tecnologia, que podem estar em qualquer lugar do mundo, destaca o relatório.

Tags
Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15