Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
CEO da Cisco questiona propósito das organizações em tempos de pandemia e injustiças raciais
Home > Gestão

CEO da Cisco questiona propósito das organizações em tempos de pandemia e injustiças raciais

Durante Cisco Live! Chuck Robbins afirmou que organizações não estão fazendo o suficiente 'para cuidar do nosso mundo'

Carla Matsu

17/06/2020 às 18h06

Foto: Reprodução Cisco

Chuck Robbins, CEO e chairman da Cisco, abriu o primeiro Cisco Live! virtual, que aconteceu nessa terça (16) e quarta-feira (17), endereçando os grandes elefantes na sala. A pandemia da covid-19, pois afinal ela pressionou empresas mundo afora a encararem a necessidade de digitalização de frente e a crise escancarada nos Estados Unidos nas últimas semanas que evidencia abismos raciais estruturais. 

“Não há dúvida de que nessas últimas semanas, meses e até mesmo no último ano tem sido incrivelmente difícil a medida que vimos os sistemas das nossas vidas diárias e ideias do que nós considerávamos ‘normal’ desaparecer”, escreveu Robbins em comunicado. “As batalhas sucessíveis da Covid-19, o resultado da contração econômica e a perda de empregos e nosso próprio acerto de contas com o racismo e intolerância sistêmicos profundamente enraizados trouxeram à luz séculos de desigualdade, injustiça e fragilidade que sustentaram a sociedade por muito tempo”, complementou.

Robins tem frequentemente vocalizado questões que, à primeira vista, poderiam desperceber à Cisco e outras organizações na pauta dos negócios. O próprio Cisco Live!, em sua versão virtual, foi adiado em respeito aos protestos antirracistas que cobravam por justiça no caso de George Floyd. Na ocasião da decisão, Robbins comunicou que a companhia doaria US$ 5 milhões para entidades que buscam combater o racismo. 

A companhia já havia dedicado um fundo de US$ 50 milhões, em 2018, para apoiar moradores de rua no Vale do Silício (a empresa tem sede em San Jose, Califórnia) e outros US$ 225 milhões para combater os efeitos da pandemia de covid-19. Nessa terça-feira (16), a Cisco anunciou compromisso de aumentar para meio bilhão de dólares o último fundo. 

CIO2503

E-book por:

Entretanto, Robbins cobra mais posicionamento das organizações, afirmando que o ecossistema não estaria fazendo o suficiente com doações corporativas e discursos. “Está claro para mim que nossas noções de responsabilidade social corporativa, advocacia ou mesmo a mais recente noção de capitalismo dos acionistas interessados não está fazendo o suficiente para cuidar do nosso mundo”, criticou.

Para sustentar sua fala, Robbins afirma que a Cisco desenvolveu uma nova estrutura de trabalho para guiar as decisões da companhia em como responder a crises, injustiças e desafios globais. O CEO ainda nomeou executivos da Cisco para assumir o que chamou de quatro pilares da companhia para dar continuidade ao que chamou de novo propósito da Cisco: empoderar um futuro inclusivo para todos.

Tae You, SVP, Corporate Affairs ficará com o área que cuidará de organizações sem fins lucrativos e parceiros que apoiam comunidades vulneráveis; Já Fran Katsoudas, EVP e Chief People Officer, focará em programas de bem estar social para além dos funcionários; Liz Centoni, SVP Emerging Technologies & Incubation irá focar em soluções de tecnologia que possam avançar pesquisa médica e endereçar desigualdades sociais; por fim, Maria MArtinez, EVP e Chief Customer Experience Officer apoiará iniciativas de saúde e educação para adaptar entidades desses setores em tempos de incerteza.

"Nós nos comprometemos a pensar além da resposta inicial e utilizar todos os nossos recursos e capacidades para realmente trabalhar em direção a parcerias de longo prazo e soluções que melhorem a vida das pessoas", finalizou Robbins.

A Cisco ainda anunciou durante o Cisco Live! novas capacidades para o Cisco Webex e disponibilidade global do SecureX, sua plataforma de segurança na nuvem.

Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15