Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
Como a TecBan aplica tecnologia para fomentar o mercado financeiro
Home > Carreira

Como a TecBan aplica tecnologia para fomentar o mercado financeiro

Vencedor do 'As 100 mais inovadoras’ em Serviços Financeiros, Robert Baumgartner Jr. fala sobre as estratégias da TecBan que tornam a TI protagonista

Mônica Wanderley

29/09/2020 às 10h24

Foto: Divulgação

Há mais de dez anos na TecBan, Robert Baumgartner Jr. explicou durante a entrevista para o IT Forum 365 que um dos motivos da sua permanência na empresa é a possibilidade de atuar em projetos de diferentes áreas dentro da companhia, como as iniciativas que deram à companhia o prêmio ‘100 mais inovadoras no uso de TI’ na categoria Serviços Financeiros, e o 16º lugar no ranking geral.

Chamado Inclusão de fintechs no sistema financeiro brasileiro – HubDigital + Saque Digital, o projeto compreende duas soluções desenvolvidas pela empresa: uma plataforma capaz de conectar instituições financeiras ao sistema do Banco24Horas e um novo processo de saque sem contato com as máquinas de autoatendimento, que utiliza o smartphone para otimizar a experiência.

Ambos os projetos eram estratégicos para a TecBan por aumentar o alcance de uso dos seus terminais de pagamento, com foco especial para clientes das classes C,D e E, cuja frequência de uso das ATMs é 20% maior do que a de outros públicos.

Complexo de desenvolver, mas simples de usar

Baumgartner explica que o principal desafio para a sua equipe para o Hub Digital (que contou com cerca de 30 executivos trabalhando diretamente nesse projeto) foi fazer com que todo o sistema desenvolvido para essa solução, baseado na nuvem, conversasse com os sistemas legados da TecBan.

CIO2503

E-book por:

“A gente criou uma camada de integração dessa plataforma que roda em nuvem com nossos sistemas legados”, explica o CIO. “Hoje a gente tem uma arquitetura que é muito modular. Estamos com todo o sistema rodando na nuvem, mas caso aconteça qualquer problema conseguimos transportá-lo para os nossos datacenters.”

Leia o case completo no IT Forum 365.

Tags
Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15