Home > Gestão

A era do “tudo como serviço”

Shane Robinson, VP de estratégias e tecnologia da HP, prevê mudanças profundas na TI a partir da consolidação da internet como plataforma confiável

Thais Aline Cerioni

10/03/2008 às 10h39

shane_int.jpg
Foto:

Quando os computadores pessoais surgiram, demorou para que a indústria de software, as empresas e os usuários os vissem como uma plataforma confiável sobre a qual pudessem ser desenvolvidos aplicativos e serviços. Estamos, neste momento, vivendo a mesma situação conforme a internet consolida-se como uma plataforma. Esta é a visão de Shane Robinson, vice-presidente de estratégias e tecnologia da HP. "A internet, agora, já pode ser considerada difundida e os desenvolvedores estão começando a criar softwares para essa plataforma. Isso nos levará à era do 'tudo como serviço'", prevê o executivo.

Para chegar a esse modelo, no entanto, Robinson aponta para a necessidade de uma série de mudanças, tanto culturais quanto técnicas. Culturalmente, a principal transição deverá ser do poder que passa das mãos do CIO para as dos usuários. Além disso, o executivo destaca a necessidade de fortalecimento em quatro áreas: dispositivos mais sofisticados, redes mais inteligentes, data centers de próxima geração e software.

Na visão de Robinson, cinco tendências-chave que nos levarão à era do "tudo como serviço" devem ser observadas por todos aqueles ligados à tecnologia da informação:

5. O mundo digital está convergindo com o mundo físico

4. A era da computação centrada do dispositivo terminou

3. A comunicação está sendo democratizada

2.  A colaboração torna-se mainstream

1. Vem aí uma fusão entre BI e web

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail