Home > Gestão

9 sinais de que os melhores talentos podem deixar a empresa em breve

Em um mercado de escassez de mão de obra qualificada como o de TI, a retenção de funcionários é fundamental. E esses são sinais reveladores de que membros altamente valorizados da equipe podem estar pensando em partir

Paul Heltzel, CIO/EUA

03/12/2018 às 17h37

Foto: Shutterstock

Trabalhadores de tecnologia estão mudando de emprego com mais freqüência do que nunca. Um relatório de 2018 do LinkedIn descobriu que, de todos os setores pesquisados, o de tecnologia apresentava a maior taxa de rotatividade. E a maioria dos trabalhadores de todos os setores vê cada vez mais o job hopping como um movimento positivo, com benefícios que incluem salários mais altos, relata uma pesquisa da empresa de recursos humanos Robert Half. De acordo com o relatório, cerca de 64% dos trabalhadores acham que mudar de carreira a cada poucos anos foi benéfico, um aumento de 22% nos últimos quatro anos. E a troca de emprego atrai especialmente os trabalhadores mais jovens, com cerca de 75% vendo boas razões para mudar com frequência.

Na contra-mão dessa tendência, as organizações são aconselhadas a aumentar a retenção, oferecendo oportunidades claras para a progressão de carreira, e criando um local de trabalho que atraia os melhores talentos, em vez de perdê-los, muitas vezes para seus concorrentes.

Executivos e recrutadores dizem que há sinais reveladores de que um membro da equipe altamente valorizado está pensando em seguir em frente. Veja como saber se os funcionários da equipe de TI estão procurando partir e o que você pode fazer a respeito disso.

1 - Falta de engajamento
Está aí o sinal clássico de que um funcionário essencial está insatisfeito. Se o seu funcionário parece que está prestes a se tornar uma estatística de rotatividade, é hora para para ter uma conversa e ver em que ponto as coisas estão.

"Tenha uma conversa aberta com ele sobre como está indo", diz Paula Toliver, vice-presidente corporativa e CIO da Intel. “Se você estabeleceu um relacionamento de confiança sobre seus planos de carreira, lembre-o dessas discussões e do progresso que você está fazendo nesses planos. Convide-o a compartilhar suas preocupações e aspirações novamente e descubra como melhor ajudá-lo a crescer em seu papel atual e em sua carreira na empresa. ”

Carlos Castelán, sócio-gerente e fundador da consultoria de RH The Navio Group diz que os principais funcionários de TI geralmente procuram novas opções de trabalho quando sentem falta de reconhecimento.

“Com um mercado de trabalho extremamente competitivo, os funcionários de TI, mais do que nunca, têm opções se não se sentirem engajados no trabalho”, diz Castelán. “Uma forma de os gerentes se anteciparem é fazer check-ins regulares com os principais talentos para garantir que eles estejam satisfeitos e trabalhando em prol de suas metas, além de fornecer a eles aumentos regulares de salário antes que eles precisem perguntar.”.

“É mais fácil reter funcionários-estrela do que tentar substituí-los”, diz Castelán, “particularmente em uma época em que o talento é um recurso limitado. Então, a comunicação é fundamental para manter o engajamento e a produtividade ”.

2 - Olhar só para si
Jayne Mattson, vice-presidente sênior da consultoria de carreira Keystone Associates, diz que quando o ex-jogador da equipe muda para um esporte individual, esse é um sinal de alerta.

"Pode haver um modo diferente de operação, um senso de cada pessoa para si mesmo", diz Mattson. “Você pode sentir que não há entusiasmo no trabalho do empregado. Estes são os principais sinais de que a pessoa não está mais satisfeita e pode desistir ”.

3 - Mudar de atitude
Além da falta de engajamento e do baixo envolvimento, outro sinal potencial é uma mudança abrupta de atitude. Isso não significa necessariamente uma atitude negativa. Mais importante é tomar nota da mudança em si.

“Todo mundo tem seus problemas e idiossincrasias, que não mudam da noite para o dia”, diz Victor Pavlov, chefe de engenharia de Inteligência Artificial no recrutamento da empresa de software AllyO. “As pessoas que costumavam discutir coisas diferentes paravam - e as pessoas que não discutiam começavam. A atenção aos detalhes é reduzida, o que nunca é uma coisa boa ”.

Em reuniões de alto nível, um membro da equipe descontente pode afetar negativamente o planejamento estratégico, diz Mattson, em vez de oferecerem insights valiosos.

4 - Estar mais preocupado em finalizar um trabalho do que com a estratégia
É especialmente desafiador perceber quando uma equipe de TI talentosa está procurando seguir em frente, porque está acostumada a ter um alto nível, diz Kelli Dragovich, vice-presidente sênior de pessoas da Hired.

"Esses funcionários têm altos padrões para o trabalho e dificilmente deixam escapar enquanto procuram um novo emprego", diz Dragovich. “A fim de procurar por sinais de alerta, primeiro você precisa ter uma compreensão básica de como o membro da equipe geralmente realiza seu trabalho. Só então você pode dizer se o comportamento deles indica que eles estão procurando por algo novo: eles estão constantemente fazendo uma reunião com o gerente? Eles estão se concentrando em encerrar projetos atuais e se concentrando menos na estratégia e planejamento de longo prazo? Estas são mudanças sutis, mas podem indicar que uma mudança de carreira está no horizonte. ”

5 - Se sentir excluído
Se um membro da equipe se sentir fora dela, isso pode ser um sinal de que está prontos para seguir em frente, diz Castelán, do The Navio Group.

“A má comunicação afeta o engajamento dos funcionários, fazendo com que os membros da equipe se sintam afastados das decisões e desprovidos de qualquer senso de propriedade”, diz ele. "Isso pode levar a uma ambigüidade de papéis e a um estresse ou ansiedade maiores, devido à falta de feedback, o que acaba levando ao esgotamento de talentos ou a outros sintomas de baixo engajamento dos funcionários".

6 - Aumentar as atividades nas mídias sociais
Se o seu feed do LinkedIn - ou outra mídia social profissional - mostra uma onda de atividade de um membro da equipe, pode ser outra indicação de que a pessoa está olhando para seguir em frente, diz Mattson, da Keystone.

"Você vê que o membro da sua equipe está se tornando mais ativo, por exemplo, gostando, comentando ou compartilhando artigos", diz ela. “Talvez eles estejam procurando visibilidade fora de sua empresa. Se eles estão se tornando mais ativos, confira o perfil deles para ver se está atualizado. Isso poderia ajudá-lo a sair na frente caso profissionais de outras empresas estejam muito próximos.

7 - Dividir as responsabilidades
Mattson adverte os gerentes para notar quando os funcionários estão dividindo suas responsabilidades, o que pode ser outro sinal de insatisfação.

"Talvez o funcionário não esteja sendo solicitado a assumir tarefas de alta visibilidade", diz ela. “As equipes de seus funcionários estão sendo desmembradas e transferidas para outras equipes para maximizar seus pontos fortes. Isso pode mostrar que os funcionários não querem mais assumir responsabilidades fortes ”.

“Os gerentes não perguntam aos membros da equipe o suficiente sobre o que os mantém satisfeitos, e alguns supõem que sabem o que a equipe precisa. Se os gerentes tratarem os funcionários como indivíduos e também como membros da equipe, eles aprenderão mais sobre eles. O mais importante é que os membros da equipe sintam que sua contribuição é valorizada. Que eles saibam claramente como contribuem para o sucesso da empresa e quais habilidades e experiências são necessárias. Muitas vezes, os gerentes acham que o reconhecimento é suficiente - e os funcionários querem e precisam de mais”, explica.

8 - Atingir um marco importante
Se você quiser evitar a criação de uma porta giratória em todo o local de trabalho, fique de olho em uma data importante, mas frequentemente negligenciada, na carreira do funcionário: o aniversário de 18 meses na organização, diz Dragovich, da Hired.

"Os funcionários têm diferentes motivações e pontos negativos", diz Dragovich, "mas descobrimos que um ponto crítico indica a probabilidade de os funcionários mudarem - o índice de rotatividade.   Em média, um funcionário de TI permanece 18 meses na mesma função, por isso é fundamental que os empregadores estejam cientes do comportamento dos funcionários nesse período. ”

9 - Se sentir oprimido
Giancarlo Di Vece, presidente da Unosquare, procura por sinais de estresse que sugerem que um membro da equipe não ficará por perto. E, às vezes, essa tensão vem com a promoção de um colga de trabalho.

"Profissionais de TI talentosos têm a capacidade de subir rapidamente na hierarquia", diz Di Vece. “Mas esse crescimento rápido nem sempre é o melhor. Certa vez, contratei um talentoso desenvolvedor para um grande cliente e o acompanhei rapidamente para a promoção. Logo depois de começar, ele estava gerenciando uma equipe de cinco pessoas. Apesar de seu sucesso, ele sentiu que não poderia desempenhar seu papel e se demitiu. A questão era sobre potencial de liderança, não de conhecimento técnico. Agora temos uma estratégia em que nos esforçamos para orientar os líderes em potencial enquanto desenvolvemos suas habilidades sociais, além de habilidades técnicas. Nossa abordagem inclui feedback regular para garantir que todos tenham sucesso em seu papel”.

Dicas para manter os melhores talentos
Recrutadores e executivos argumentam que os relacionamentos tendem a sair dos trilhos quando a comunicação falha. A melhor maneira de manter os funcionários engajados é garantir que você esteja se comunicando de forma honesta e eficaz - ou é provável que seus principais talentos saiam.

"Já lidei com isso muitas vezes", diz Steve Bond, sócio da Global Recruiters of Blackhawk. “Deixe seus funcionários saberem que você se importa com eles e quer saber se algo os está incomodando. Em seguida, mostre a eles que você está trabalhando para resolvê-lo. Isso funciona com grande frequência."

Outra dica: certifique-se de que sua equipe está exposta à tecnologia atual, aconselha Mattson da Keystone.

"Mantenha-os desafiados e escolha membros da equipe para pesquisar o futuro", diz ela. “Os membros da equipe de TI precisam manter-se atualizados com a tecnologia usada em seu campo e, se ouvirem no que colegas de fora da organização estão trabalhando, podem acabar sentindo que estão ficando para trás no mercado.”

Toliver, da Intel, diz que qualquer esforço de retenção deve se concentrar em ajudar seus melhores funcionários a criar um arco positivo para suas carreiras.

"Você deveria ter sessões de planejamento de carreira consistentes e produtivas", diz ela. “Nessas reuniões, certifique-se de entender onde estão agora e para onde querem ir no futuro. Concorde em como você pode ajudá-los a alcançar suas metas de carreira. É muito útil levar as pessoas a descrever os aspectos de seu trabalho que realmente as tornam felizes e excitadas, bem como as coisas que odeiam. Ambos são surpreendentemente fortes condutores de satisfação. Mesmo que sejam relativamente pequenas quantidades de tempo, eles têm um impacto desproporcional na satisfação. ”

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail