Home > Tendências

7 mitos sobre a transformação digital que CIOs não podem ignorar

Como muitos processos, digitalização deve ser avaliada e pensada a partir de estratégias, afinal, nem todas as promessas correspondem às expectativas

Esther Shein, CIO.com

27/06/2019 às 19h16

Foto: Shutterstock

Quando feita corretamente, a transformação digital tem potencial para permitir que as empresas alcancem benefícios significativos. Porém, como muitos processos, a digitalização deve ser avaliada e pensada a partir de estratégias, afinal, nem todas as promessas correspondem às expectativas.

Os conceitos que dão base à transformação digital não são novos. A ideia de repensar como uma organização utiliza a tecnologia em busca de novos modelos de negócios vem sendo fundamental há décadas. A principal diferença hoje é a velocidade com que as mudanças acontecem, motivadas, principalmente, pela criação de soluções cada vez mais complexas.

Apesar de estar em alta, muitas empresas ainda não compreendem o real valor e como iniciar a digitalização. Por isso, especialistas alertam sobre alguns mitos que permeiam as transformações. Confira.

Mito nº 1: a transformação digital é responsabilidade da TI

Com recursos digitais emergentes capazes de afetar todas as áreas do negócio, é importante destacar que a transformação é responsabilidade tanto da TI quanto da administração das empresas. Para Janice Miller, diretora de programas de liderança e gerenciamento de produtos da Harvard Business Publishing Corporate Learning, "a liderança digital exige uma mentalidade inteiramente nova, que precisa ser realizada para todos os membros de uma organização, em todos os níveis". Para ter sucesso, “as empresas precisam avaliar como a tecnologia será usada para melhorar seu modelo de negócios, gerar valor e se conectar com os clientes finais”.

Aaron Rubinstein, da Andarko Petroleum, concorda. Apesar da tecnologia ser uma poderosa facilitadora, "sem uma estrutura organizacional alinhada para apoiar os objetivos do projeto, uma cultura que aceita a lógica da mudança e processos de negócios que conectam pessoas e sistemas, um resultado verdadeiramente transformacional será muito difícil de alcançar", explica.

Pensando nisso, conclui-se que as transformações digitais vão muito além da implementação de tecnologias. É preciso que os membros da equipe estejam envolvidos e que haja mudanças na cultura organizacional.

Mito nº 2: a verdadeira transformação digital acontece em empresas consolidadas

Para Stephen Andriole, professor da Universidade Villanova, a transformação digital vem de empresas inovadoras que não têm grande participação de mercado.

A maioria das empresas consolidadas não tem tempo para avaliar seus próprios processos, pois estão muito ocupadas com os resultados. Em geral, é somente quando estão perdendo participação que essas companhias se dispõem a tentar soluções novas.

Andriole considera que enquanto o dinheiro está entrando, poucas empresas optam por fazer mudanças. Porém, quando os ganhos financeiros são afetados, a necessidade de transformação digital e de outras medidas se torna óbvia. É nessa hora que CIOs experientes podem aumentar sua influência nas organizações, oferecendo soluções em momentos críticos.

Mito nº 3: transformação digital reduz a força de trabalho

É comum que as transformações digitais envolvam a adoção de recursos de inteligência artificial, gerando receio de que os seres humanos podem acabar perdendo suas funções. Andy Bennett, vice-presidente sênior da Schneider Electric, afirma que mesmo com o avanço da IA, as pessoas continuarão sendo necessárias.

Para o especialista, quanto mais automação e análises de dados forem incorporadas às empresas, mais seres humanos serão necessários para conduzir as tecnologias e avaliar seus resultados. Nesse sentido, é provável que alguns cargos deixem de existir, mas que outros sejam criados de acordo com as novas demandas.

Mito nº 4: a transformação digital é apenas uma questão de tecnologia

Ainda há uma percepção de que basta implantar novas tecnologias para garantir a competitividade de mercado. No entanto, uma pesquisa realizada pela CompTIA mostra que apenas 28% das companhias estão confiantes em sua capacidade de aplicar as soluções aos seus objetivos de negócios. “À medida que as empresas buscam a transformação digital, elas terão que investir na construção da cultura certa e também na transformação da função de TI, incluindo novas habilidades e oportunidades de parceria”, afirma Seth Robinson, diretor sênior de análise de tecnologia da CompTIA.

Mito nº 5: O apoio executivo é certo

Para que qualquer projeto seja bem sucedido, é necessário suporte contínuo das lideranças - e com as transformação digitais não é diferente. O fato é que, muitas vezes, os executivos relutam em promover a digitalização por conta de sua complexidade.

Nessas situações, os especialistas aconselham que os processos da empresa sejam avaliados cautelosamente. Caso não haja razões reais para implantar uma iniciativa transformadora, o ideal é mantê-la em segundo plano.

Mito nº 6: transformação digital traz harmonia entre TI e outras equipes

As transformações digitais bem sucedidas exigem colaboração entre a TI e os outros times, mas é ilusório acreditar que essa harmonia é garantida com a digitalização. Segundo Bennett, da Schneider Electric, as equipes entendem a transformação a partir de pontos de vista muito diferentes, o que abre espaço para desentendimentos.

Diante dessas dificuldades, é imprescindível que haja investimento por parte das lideranças na construção de um relacionamento saudável entre as diferentes equipes, mostrando a importância do trabalho conjunto para a obtenção dos melhores resultados.

Mito nº 7: a transformação digital termina na sua implementação

De acordo com os analistas, a transformação digital nem sempre é a solução para resolver problemas nos negócios. Antes disso, é importante mobilizar todos os membros da equipe para torná-los aliados ao processo de digitalização.

Complementando essa necessidade, as lideranças devem, ainda, investir em treinamentos e capacitação para que os colaboradores entendam os motivos da transformação, como será o processo e aprendam a utilizar as ferramentas para a otimização de seu trabalho. Adquirir novas tecnologias sem as habilidades necessárias para utilizá-las pode ser apenas perda de dinheiro.

 

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail