Home > Tendências

7 mitos da transformação digital que precisam ser superados

Uma transformação digital bem-sucedida pode superar ameaças competitivas. Mas certas crenças podem fazer com que os seus esforços falhem

Khalid Kark, CIO (EUA)

03/02/2020 às 8h05

Foto: Shutterstock

O ritmo da mudança nos negócios está forçando muitas empresas a se transformar, utilizando, muitas vezes, soluções tecnológicas. Isso é chamado de transformação digital ou transformação comercial habilitada pela tecnologia. Mas, independentemente do rótulo, os líderes de tecnologia estão no centro do processo.

Dados preliminares da pesquisa de liderança tecnológica global da Deloitte em 2020 mostram que 79% das organizações de todo o mundo estão envolvidas em um esforço de transformação digital, com quase metade (45%) das transformações realizadas como resposta reativa às ameaças iminentes do mercado.

Mas o que impede as organizações de identificar e buscar agressivamente oportunidades de transformação, em vez de esperar por ameaças competitivas? Esses sete mitos podem ser os culpados.

Transformação digital é sobre mudança tecnológica

A tecnologia é um facilitador crítico, mas o objetivo da transformação digital vai além dela, geralmente abordando a adaptação dos negócios às mudanças do mercado. De fato, a tecnologia pode ser a parte mais fácil da transformação digital.

CIO2503

E-book por:

A digitalização requer a evolução da cultura organizacional e das formas de trabalho e pode levar a um impacto real na organização. A mudança de cultura bem-sucedida normalmente requer investimentos em contratação, treinamento, gerenciamento de desempenho e suporte consistente da liderança executiva.

Os sistemas de engajamento impulsionarão a maioria dos investimentos digitais

Sistemas de engajamento, como aplicativos móveis, ferramentas de experiência do cliente e ferramentas de visualização de dados, geralmente são os investimentos mais notáveis ​​em transformação digital, mas também é necessário investir em back-end para dar suporte e habilitar essas soluções.

Sem modernizar os sistemas principais e enfrentar as dívidas técnicas acumuladas nas últimas décadas, as empresas podem ter dificuldades para usar efetivamente os recursos completos dos sistemas de relacionamento front-end.

As transformações digitais são financeiramente arriscadas

As transformações nem sempre precisam envolver o risco inerente a um investimento maciço em tecnologia. Considere empreender um esforço mais medido, em vez da abordagem do “big bang” .

Prosseguir uma série de iniciativas menores e um processo em fases com estágios distintos incentiva a criação de valor iterativo e a tomada de decisões. Vale destacar que essa abordagem também requer forte governança e disciplina para executar a estratégia de negócios.

A digitalização levará à perda de empregos

Sim, algoritmos, automação e robótica podem levar acarretar a perda de alguns empregos. Mas, em vez de focar na concorrência potencial entre humanos e máquinas, é mais útil considerar a IA e outras tecnologias avançadas como complementares aos trabalhadores.

A digitalização tem o potencial de criar novas classes de empregos e aumentar a capacidade natural dos seres humanos de resolver problemas complexos. Isso significa que os líderes provavelmente precisarão reprojetar as funções das suas organizações, desenvolver programas de reciclagem, aperfeiçoar e atualizar os talentos existentes e determinar as melhores maneiras de otimizar os negócios com novas competências.

Investir em novos empreendimentos reduzirá a lucratividade

Em uma análise de empresas de alto desempenho, a Deloitte encontrou dois comportamentos distintos: Essas companhias são muito mais propensas a investir em projetos que aumentam a receita do que as que cortam custos. Além disso, as melhores empresas investem uma porcentagem muito maior dos seus orçamentos de tecnologia em inovação, criando novos recursos para os negócios.

Entrega mais rápida levará a problemas de qualidade

Muitas organizações descobriram que a adoção de práticas ágeis leva a uma qualidade superior. A natureza colaborativa e iterativa do Agile leva a estimativas e planejamentos mais precisos, e a capacidade de testar soluções iterativamente leva à detecção e correção de problemas de qualidade mais rapidamente.

O principal obstáculo para uma entrega mais rápida geralmente é a adesão do restante da empresa. O apoio de patrocinadores, executivos e líderes pode ajudar o Agile a ser verdadeiramente eficaz.

Maiores gastos com tecnologia geram melhor desempenho corporativo

Dados preliminares da pesquisa de liderança tecnológica global da Deloitte para 2020 mostram que os líderes de mercado / setor gastam, em média, cerca de 3,14% da receita da empresa em tecnologia, enquanto a média para todos os outros é de 4,24%. A maioria das organizações líderes de mercado definiu claramente o papel dos investimentos em tecnologia como parte da sua visão e estratégia gerais. Geralmente, as suas equipes de liderança estão muito focadas na execução dessa estratégia por meio de investimentos intencionais em tecnologia.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail