Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
7 atributos a serem procurados em um vice-líder de TI
Home > Carreira

7 atributos a serem procurados em um vice-líder de TI

O CIO se tornou essencial - e exigente. Mas ter um número dois confiável pode ajudar a aliviar a dor. Veja como encontrar o melhor segundo em comando

John Edwards, CIO (EUA)

10/07/2020 às 8h30

Foto: Shutterstock

A função de CIO está se expandindo rapidamente. Não sendo mais um líder tático que suporta a pilha de TI, o CIO se tornou um co-criador essencial dos líderes de negócios. Com tanto em jogo e em risco, os líderes de TI precisam de um segundo em comando confiável, alguém que possa oferecer conselhos, lidar com tarefas críticas de TI, negócios e pessoal e, o mais importante, estar pronto para assumir o comando quando surgir a necessidade.

Encontrar um número 2 confiável não é fácil, no entanto. O trabalho exige um profundo conjunto de habilidades de TI e de negócios, além da capacidade de fornecer conselhos e orientações ao CIO ou CTO, bem como aos membros da equipe de TI.

Aqui estão sete atributos principais a serem procurados ao selecionar um vice-líder de TI.

Conhecimento em gestão

Um vice-CIO deve estar pronto para levar os membros da equipe a altos níveis de desempenho, o que na TI de hoje significa mais do que simplesmente tirar o melhor proveito de colaboradores individuais. "O melhor candidato para a posição de segundo em comando também deve estar preparado para conciliar prioridades concorrentes, usar uma mente analítica para medir o sucesso com base em KPIs, permanecer flexível para mudar, estar aberto ao aprendizado constante e ter confiança em sua própria capacidade de liderança", aconselha Joe McKenna, CIO global da Syntax, uma empresa de serviços gerenciados em nuvem.

Um candidato para essa vaga deve ter um histórico de sucesso na criação de equipes. "O vice deve ser capaz de construir equipes diversas e poderosas, identificando e desenvolvendo talentos, buscando perspectivas diversas, exercitando empatia e honrando compromissos", diz Gregory Touhill, membro adjunto do corpo docente da Heinz College da Carnegie Mellon University e ex-CISO de Gestão e Orçamento do US Office.

CIO2503

E-book por:

Um temperamento equilibrado é outro atributo desejável. "Seu número 2 não pode ser um obstáculo ou um capacho; eles precisam ser capazes de ler a situação e aplicar a combinação apropriada de 'empurrar a agenda' enquanto ainda conseguem se comprometer quando necessário", explica Mike Michalik, CTO da Evoque Data Center Solutions.

Visão de futuro

Um segundo em comando deve ser capaz de ajudar o chefe a olhar para a estrada e identificar tendências e oportunidades em potencial. Esse recurso requer uma combinação única de habilidades e personalidade, diz Dave Messinger, CTO do fornecedor de plataforma de talentos digitais sob demanda, Topcoder. Um vice "precisa impulsionar múltiplas visões - tecnológica, cultural, financeira – para frente com entusiasmo", afirma.

O número 2 deve possuir o desejo e a capacidade de absorver rapidamente grandes quantidades de informações, fazer as perguntas certas e determinar cursos de ação que sejam viáveis, aceitáveis, adequados e acessíveis, observa Touhill. "Os grandes vices reconhecem que um de seus papéis principais é fornecer feedback adequado ao chefe e cursos de ação alternativos, mesmo quando eles sabem que o feedback é difícil de ouvir".

Fluência em tecnologia

O número 2 não precisa ser especialista em absolutamente todas as áreas de TI, mas deve possuir uma compreensão profunda das tecnologias empresariais atuais e promissoras, bem como dos principais fornecedores de cada área.

No entanto, a visão e a experiência em segurança cibernética são essenciais. Dado o número infinito de ameaças que os departamentos de TI devem defender suas organizações, o número 2 deve ter uma sólida compreensão das mais recentes ferramentas e práticas de segurança cibernética, aconselha Thomas P. Keenan, Professor Adjunto de Ciência da Computação na Universidade de Calgary.

Bassam Chaptini, CIO da Unqork, um provedor de plataforma de aplicativos corporativos, recomenda evitar candidatos que parecem focados demais nas principais tecnologias de TI, e não em como as tecnologias podem ser usadas para melhorar os negócios. "Trabalhamos com máquinas, mas, em última análise, a tecnologia existe para se envolver com as pessoas em algum momento, então você precisa de alguém que sempre tenha isso em mente", observa ele. As habilidades voltadas para o cliente também são importantes no número 2. "Você quer alguém em quem possa confiar para representá-lo - e a empresa - na frente dos clientes", diz Chaptini.

Liderança forte

As qualidades de liderança, como organização, iniciativa e motivação, são atributos essenciais a serem procurados em um vice em potencial. "Encontrar todos eles em uma pessoa pode ser difícil, mas vale a pena procurar", diz Michalik.

Os números 2 bem-sucedidos tendem a ser indivíduos amigáveis e fortes, observa Brad Willman, CIO da Entrust Solutions, uma empresa de serviços gerenciados por TI e de aumento de equipe. "Os vice-líderes precisam encontrar um delicado equilíbrio entre ser alguém com quem os funcionários desejam colaborar, além de ser uma autoridade que os funcionários respeitam e obedecem", explica ele. "Embora muitos vices em comando sejam carismáticos, não há uma correlação inerente entre charme e liderança".

A sabedoria convencional determina que nunca é uma boa ideia nomear um segundo no comando que só almeja estar no topo, mas também não é uma boa ideia recorrer a alguém que precisa da aprovação do chefe para todas as decisões. "Evite extremos", aconselha Sam Maley, Gerente de Operações de TI da Bailey & Associates, uma empresa britânica de auditoria, consultoria e gestão de TI. "Evite aqueles que não podem seguir regras ou aqueles que não podem aplicá-las fora de um contexto específico", acrescenta ele.

A devoção cega ao chefe de TI é outra característica negativa. "Uma 'pessoa sim' nunca é uma boa número 2 porque não desafia a autoridade e reluta em fazer as perguntas difíceis que impulsionam a inovação", diz Messinger. "Também atente para o segundo em comando excessivamente controlador e em busca de atenção, que não prioriza grandes investidores, empresas, força de trabalho, clientes e objetivos de mercado", alerta ele.

Habilidades de comunicação

Grandes vices também são ótimos comunicadores. "Eles se esforçam para se comunicar e coordenar", observa Touhill. "Eles entendem que as comunicações ‘para cima e além’ na organização contribuem para uma equipe melhor e levam ao sucesso da missão".

O segundo em comando deve ser capaz de lidar com várias conversas e solicitações da equipe. "Ele ou ela deve entender e definir o escopo das tarefas, destilar qualquer complexidade relacionada ao ambiente e às integrações e, finalmente, conduzir a estratégia geral nas fases planejadas de execução", diz McKenna.

Os melhores representantes evitam os holofotes e não permitem que a ambição dilua sua contribuição ao planejamento e operações de TI. Também é importante que o líder e o vice de TI estabeleçam uma estreita relação de trabalho. "As melhores combinações entre líder e vice são quando o líder está comprometido em preparar o vice para assumir maiores papéis de liderança, enquanto o vice está comprometido em apoiar e aprender o máximo que puder do líder", observa Touhill.

Negócio esclarecido

Um CIO deve procurar um número 2 que seja voltado para negócios, que compreenda finanças e tenha presença executiva. "O mais importante é que ele precisa demonstrar excelência pessoal, um alto nível de autoconsciência, foco no autodesenvolvimento, integridade e ser acessível e autêntico", diz Caren Shiozaki, CIO e Vice-presidente Executivo da Thornburg Mortgage e Consultor de Governança da ISACA, uma associação profissional de TI. Idealmente, o candidato deve ter profunda experiência em negócios e tecnologia. "Ele ou ela deve ter um histórico de sucesso em liderança de pessoas e demonstrar que são motivados por si mesmos e sem medo de ambiguidade", acrescenta ela.

Um segundo no comando não precisa ser um visionário estratégico, mas deve ser alguém que entenda completamente a lógica de negócios da plataforma que o líder de TI estabeleceu e possa aplicar táticas aprovadas a problemas atuais e emergentes. "Com os líderes de TI concentrando-se em elementos estratégicos de ordem superior, os vices precisam ser solucionadores de problemas e líderes por si mesmos", explica Maley. Os vices também devem poder instruir os membros da equipe sobre como resolver problemas técnicos específicos, observa ele.

Suporte de gerenciamento

Embora o chefe de TI geralmente tenha a chamada final em seu número 2, é altamente recomendável procurar o suporte da alta gerência antes de finalizar a contratação.

Algum dia, quando o CIO ou CTO ficar repentinamente indisponível, o segundo em comando precisará entrar e assumir total controle sobre o planejamento e as operações de TI. Se houver divergências no escalão superior da empresa sobre a capacidade de um candidato de se tornar o chefe de TI, o novo líder poderá achar difícil exercer autoridade completa e inquestionável quando for mais necessário.

"Existem muitos profissionais talentosos de TI na maioria das organizações, mas poucos poderiam ser considerados para um cargo executivo de CIO", diz Matt Mead, CTO da empresa de consultoria em tecnologia digital SPR. "Antes que alguém seja preparado para ser o segundo em comando, verifique se as principais partes interessadas estão a bordo".

Ponto final

Todos os líderes de TI devem ter um plano de sucessão. "Presumivelmente, o CEO e/ou um comitê do conselho garantirá que esse seja o caso", diz Shiozaki. "Um excelente número 2 trabalhando para um CIO seria uma pessoa ideal para incluir nesse plano de sucessão".

Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15